Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Hora de trocar o planejamento pela realização

Foto: Pixabay
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 

O ano de 2020 terminou com um grande ensinamento: planejamento. E 2021 inicia com uma grande promessa: realização. Ano de realizar o que ficou retido. Agora com mais foco, mais vontade de vencer, principalmente com os aprendizados adquiridos dos momentos de seca. E com planejamento. Nada de reclamar ou de sentir pena do que passou. Agora é hora de sentar com sua família ou sozinho e redesenhar as prioridades.

Janeiro é um mês maravilhoso, porém cheio de tributos, materiais escolares, pagamentos das folias do natal e ano novo. Como priorizar? Tenha foco. Agora é hora de se preparar para a guerra. Sim, guerra. Apesar de falarmos das promessas de 2021, se não agirmos como guerreiros e comandantes e planejarmos as ações não teremos êxito.

Coloque num papel todos os gastos: água, luz, celular, internet, mercado, etc. Qual a sua receita mensal? Para vencer é preciso se lembrar que a meta é viver com 90% do que ganha.

Experimente acompanhar seus gastos diários por 30 dias. Já mencionei que a dívida é nosso pior inimigo. E eu sei que não é fácil abandoná-la. Às vezes podemos fazer um acordo para quitar o cartão de credito e quando percebemos já estamos novamente usando e a dívida ficando maior. Percebe que é o nosso comportamento que deve mudar?

Devemos declarar guerra aos hábitos causadores das dívidas. E digo isso porquê estamos no início do ano. É hora de fazer uma declaração para si mesmo: Vou mudar!

 A dívida é fruto de gastos de previsão de fluxo caixa futuro em troca de gratificação imediata. Para ter controle das dívidas primeiro temos que descobrir onde está o vazamento. E fazemos isso através de um orçamento (Existem várias planilhas de orçamento gratuitas na internet, caso deseje pode baixar gratuitamente www.palestrafinanceira.com.br). Seu orçamento é a chave para a liberdade financeira. Se você não estiver disposto a seguir um orçamento dificilmente conseguirá mudar financeiramente e certamente passará a vida vítima de sua situação. Orçamentos dirão se você está ganhando ou perdendo a guerra.

Agora que já está acompanhando seus gastos por 30 dias, anotando tudo: cafezinho, um novo par de meias, noitadas, salão de beleza, sempre definindo qual a categoria do gasto: alimentação, moradia, entretenimento, presentes, dívida, etc. já é possível analisar onde os gastos estão indo.

Por exemplo, alimentação: será que era preciso mesmo comprar aquele salgadinho ou era um desejo? Procure separar o que é necessidade do que é desejo. Faça uma anotação, NB para necessidades básicas e D para desejos. Isso será muito revelador a respeito do porquê você está onde está financeiramente.

Muitos perceberão que estão em déficit, ou seja, estão gastando mais do que ganham. E é hora de cortar e viver um estilo de vida que corresponde com o seu rendimento. É hora de colocar o ego de lado. A meta é criar um excedente e acredite: Você estará fazendo algo muito importante com o excedente que irá aprender a criar. Desista agora de viver de sonhos para seguir em frente e ter uma vida frutífera.

É uma decisão difícil, eu sei. Ainda mais que vivemos de aparência e de mostrar nas redes sociais que somos incríveis. Você já é incrível do jeito que é. As pessoas que realmente importam estarão com você, independente do que você tem. Seus pais, seus filhos, seus amigos verdadeiros…

Tudo isso passa. Precisamos aprender que o importante não é chegar lá e sim o caminho para chegar lá. Conte comigo nessa trajetória.

Janaina Macedo Calvo

Doutoranda em Administração e Sustentabilidade, Economista, Professora da FGV,  autora e palestrante.

pt Português
X
Open chat