Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Conheça a história de sucesso de Whitney Wolf, CEO do APP Bumble

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 

Você pode nunca ter ouvido falar de Whitney Wolf Herd, mas seu nome hoje equivale a uma fortuna acumulada a US$ 1,5 bilhão (cerca de R$ 8,3 bilhões de reais) a tornando a bilionária não herdeira mais jovem do mundo, com apenas 31 anos.

A Bumble para quem não conhece, é um site de relacionamentos que traz uma característica em comum: apenas mulheres poderiam iniciar uma conversa. Segundo Whitney, a ideia era dar às mulheres maior poder de decisão, fórmula que se mostrou eficaz com o sucesso da empresa. Atualmente a empresa afirma ter 81 milhões de usuários espalhados em 150 países diferentes, sendo o segundo aplicativo de namoro mais utilizado nos Estados Unidos, perdendo apenas para o Tinder.

Engana-se quem pensa que ela iniciou no mundo da tecnologia recentemente. Wolf foi cofundadora e vice-presidente de marketing do aplicativo Tinder; contudo, a experiência dela com a empresa não foi das melhores.

Em 2014, Whitney processou o Tinder por assédio sexual, alegando que seu ex-chefe e parceiro Justin Mateen a insultou e a enviou mensagens de textos ameaçadoras. Embora a empresa tenha negado qualquer responsabilidade no assunto, Justin foi suspenso e, mais tarde, renunciou o cargo.

Ela chegou a acreditar que com 24 anos sua carreira havia chegado ao fim. Ainda em 2014, recusando a fracassar, Whitney fundou o Bumble com o bilionário russo Andrey Andreev (Em novembro de 2019, Andreev deixou a empresa e um ano depois a empresa Blackstone comprou a participação do empresário).

Hoje, a Bumble não é apenas uma rede de encontros amorosos, mas também de amigos e relacionamentos corporativos, com dois recursos lançados posteriormente: o BFF e o Bizz, respectivamente.

Em 2020, a empresa registrou uma receita de US$ 582,2 milhões, acima dos US$ 488,9 milhões registrados em 2019.

“Todos os dias nos levantamos de manhã e nos concentramos em construir uma experiência em torno das mulheres, para mulheres.”, Finaliza Whitney, contrastando sua fala com o mês em que comemoramos o Dia Internacional da Mulher.

Foto: Pixabay

pt Português
X
Open chat