Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Gérson: o grande canhotinha de ouro

Foto: Reprodução Instagram/ Canhotinha 70
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 

Por: Luhan Alves (com supervisão de Claudia Mastrange) 

Integrante da histórica Seleção Brasileira de 1970 e ídolo de Fluminense e Botafogo, Gérson “Canhotinha de Ouro” (80 anos) é o nosso “brasileiro com muito orgulho” desta edição. Ele nasceu em Niterói (RJ), no dia 11 de janeiro de 1941. Inteligente, dono de passes e lançamentos precisos, Gérson foi um dos melhores meias da história do futebol brasileiro.

Gérson começou sua carreira nas categorias de base do Flamengo, onde jogou entre 1960 e 1962, mas foi no Botafogo, jogando de 1962 e 1969, que ele fez mais sucesso. Pelo Glorioso, conquistou os cariocas de 1967 e 1968. Após sua passagem pelo alvinegro carioca, o canhota defendeu o São Paulo. Já experiente, o meia, ao lado de Toninho Guerreiro, Roberto Dias e companhia, ajudou o clube a sair da fila no Campeonato Paulista. De quebra, comemorou dois estaduais pelo Tricolor do Morumbi: 1970 e 1971.

Deixou o time paulista em 1972 para realizar um antigo sonho: jogar pelo Fluminense, o clube de coração. Pelo clube das Laranjeiras, Gérson levantou o Carioca de 1973 e encerrou a carreira em 1974. Para o seu lugar, o Flu contratou Rivelino, então do Corinthians.

Fora dos gramados, Gérson construiu uma carreira que até hoje vem atuando, que é a de comentarista esportivo. Passou pela Rádio Globo, de onde saiu em 2012, foi comentarista da Band nos anos 90 participou do programa “Os Donos da Bola” na Band Rio, esteve também no programa Mesa Redonda Rio da Rede CNT.

Ao lado dos amigos Gilson Ricardo e José Carlos Araújo, o canhota trabalhou na Bradesco Esportes FM e na Transamérica. Em agosto de 2014, deixa a Band e se transfere para o SBT Rio ao lado de Garotinho, Gilson e Dé, o Aranha. Em 2015 Gérson passou a integrar a equipe de esportes da Super Rádio Tupi ao lado de Garotinho e Gilson.

Atualmente, ele conta também com um canal no Youtube chamado “CANHOTINHA 70”, criado em junho de 2019. Lá, ele faz comentários após os jogos, resenhas com convidados, lives, aborda curiosidades sobre o futebol, sorteios, entre outros conteúdos. Para quem não sabe, o canhotinha de ouro também comanda um projeto social esportivo em Niterói que recebe e ajuda crianças de sete comunidades diferentes. Gerson é personagem de muitas histórias, conquistas, emoções, gols, passes certeiros e merece o total respeito dos brasileiros.

Leia Também: Zagallo: uma lenda brasileira

pt Português
X
Open chat