Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Museu da Justiça é novo posto de vacinação no Centro do Rio

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 

Mais um posto d e vacinação foi aberto na cidade : o Museu da Justiça, que funciona no histórico Salão do Tribunal do Júri, no Centro do Rio. A iniciativa, uma parceria da Prefeitura com o Tribunal de Justiça do Estado do Rio (TJRJ), vai atender à expansão do calendário de imunização. De acordo com Paes, o município está acelerando a vacinação e chegará em 24 de abril com as pessoas de 60 anos ou mais imunizadas.

“Vacina é a solução. Estamos em um momento de restrição, pedindo para as pessoas se cuidarem e ficar em casa. Sabemos das dificuldades, entendo o que está acontecendo, mas esses dez dias vão permitir que se consiga diminuir o número de internações e de mortes, que é algo muito importante”,- disse o prefeito, que agradeceu ao TJRJ por ceder o espaço.                “ Aliás, a pessoa toma vacina aqui e tem a oportunidade de conhecer esse local histórico. Enfim, não deixem de se vacinar”.

Primeira a ser vacinada no Museu da Justiça, a senhora Maria da Graça, de 70 anos, afirmou estar super feliz. E após receber a primeira dose da imunização, fez um apelo para que todos sigam o seu exemplo. “ É um estímulo para que se amplie mais a vacinação e as outras pessoas também recebam. Há um preconceito, mas a vacina não mata, ela salva”, destacou Maria da Graça.

Nesta semana, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) abriu novos pontos de vacinação (PV) extras, como os do Jockey Club Brasileiro e do Hotel Fairmont Copacabana e, agora, o do Museu da Justiça, que funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Além desses, os postos no sistema drive-thru do Sambódromo e do Engenhão, que antes só atendiam aos sábados, agora também abrem as portas durante a semana.

Já são mais de 250 postos fixos de vacinação (mais de 230 deles em unidades de Atenção Primária). De segunda a sexta-feira, há quatro postos drive-thru disponíveis: Parque Olímpico (Barra), Engenhão (Engenho de Dentro), Sambódromo (Cidade Nova) e UERJ Maracanã (portão 7 para carros, portão 1 para pedestres). Aos sábados, o drive-thru da UERJ não funciona, mas outros cinco se somam ao Sambódromo, Engenhão e Parque Olímpico para atender a população: Cidade Universitária da UFRJ (Ilha do Fundão), Parque Madureira, CMS Belizário Penna (Campo Grande), CMS Manoel Guilherme da Silveira (Bangu) e Policlínica Lincoln de Freitas Filho.

Além dos postos extras de vacinação inaugurados nesta semana, a SMS tem PVs extras no Planetário da Gávea, no Tijuca Tênis Clube, no Museu da República (Catete), na Igreja Nossa Senhora do Rosário (Leme), na Casa Firjan (Botafogo) e nos quartéis do Corpo de Bombeiro de Humaitá, Copacabana e Barra da Tijuca (Busca e Salvamento). Esses PVs funcionam de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

O Museu da Justiça

O Centro Cultural do Poder Judiciário fica no antigo Palácio da Justiça, localizado no centro histórico do Rio, junto à Praça XV. A vacinação acontece no histórico Salão do Tribunal do Júri. A entrada principal para acesso ao posto de vacinação é pela Rua Dom Manuel, 29, mas pessoas com dificuldade de locomoção entram pelos fundos do prédio, onde há elevadores. São quatro pontos de vacinação no Salão do Tribunal do Júri

Nesta quarta-feira, a vacinação é voltada para pessoas com 69 anos, com atendimento às mulheres das 8h às 13h e aos homens das 13h às 17h. É preciso apresentar documento oficial de identidade, número do CPF e, se tiver, caderneta de vacinação. O comprovante da primeira dose deverá ser guardado e apresentado quando chegar a hora de tomar a segunda. Confira o calendário oficial de imunização em coronavirus.rio.

A cada dia, a vacinação contra a Covid-19 é destinada aos grupos prioritários indicados nos calendários oficiais divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde. A SMS alerta que diversos calendários fakes têm sido compartilhados pelo WhatsApp anunciando imunização inclusive de faixas etárias não contempladas no Plano Nacional de Vacinação, do Ministério da Saúde. Para não cair nessas fakes, a pessoa deve verificar sempre nos sites e redes sociais oficiais da Prefeitura e da SMS.

Foto: Beth Santos

pt Português
X
Open chat