Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Planejamento estratégico e gestão financeira empresarial: por que implementar? (parte dois)

Businessman analyzing investment charts and pressing calculator buttons over documents. Accounting Concept.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 

Uma boa gestão empresarial depende de diversos fatores e o planejamento estratégico é um dos principais.  Na coluna anterior, vimos que essa gestão engloba um conjunto de processos desenvolvidos para atingir um objetivo e que, tão importante quanto o planejamento, é a gestão financeira.  E como os dois conceitos se relacionam?

O planejamento estratégico trata da análise da situação da empresa, objetivos e ações para conquistá-los. Já a gestão financeira trata do controle sobre o orçamento empresarial, visando a manutenção do negócio.

Os conceitos não se confundem, mas estão relacionados. Isso porque o planejamento estratégico também se aplica ao setor financeiro. É preciso que a empresa faça diagnósticos sobre a sua situação atual e os objetivos para manter um orçamento viável e potencializar lucros.

O desenvolvimento de estratégias e a aplicação das práticas previstas no planejamento dos diversos setores da organização envolvem custos e precisam considerar o orçamento e o controle financeiro.

Porém, para que as estratégias sejam eficazes, os gestores e líderes devem entender como colocá-las em prática. A principal dica para isso é estudar, buscando cursos e treinamentos sobre o assunto. Afinal, são temas complexos que exigem preparo para o melhor planejamento e gestão financeira.

Qual a importância de implementar os conceitos na empresa?

Após entender o que é o planejamento estratégico e a gestão financeira empresarial, vale reforçar a importância dos conceitos e de que forma eles impactam os negócios.

Um bom planejamento estratégico consegue trazer diversos benefícios para o negócio, então é importante aplicá-lo para conseguir aproveitar as consequências positivas. Confira as principais:

  • Melhora na comunicação interna;
  • possibilidade de integrar setores da empresa;
  • proteção contra oscilações do mercado;
  • prevenção contra imprevistos;
  • aumento da eficiência operacional;
  • suporte na tomada de decisão;
  • vantagem competitiva;
  • durabilidade do negócio;
  • maior eficiência na gestão empresarial.

Em complemento, uma boa gestão financeira também oferece vantagens importantes para a empresa. Veja só:

  • Redução de custos;
  • menor ocorrência de erros e prejuízos;
  • tomada de decisão embasada em dados;
  • cumprimento da legislação;
  • facilidade para identificar problemas;
  • melhora no potencial de crescimento.

Sendo assim, o desenvolvimento de competências e a aplicação dos conceitos na empresa permite otimizar os processos em vários aspectos e setores. Por consequência, o negócio consegue se tornar mais sólido e  se diferenciar da concorrência para se destacar no mercado.

Como você viu, o planejamento estratégico é fundamental para o sucesso da organização, assim como uma boa gestão financeira. Portanto, é preciso aplicar os dois conceitos em seu plano de ação para obter melhores resultados!

Quer aprender como implementar as duas frentes na sua empresa? Temos dois cursos para ajudar:  Planejamento Estratégico e Educação Financeira para Empreendedores. Confira e se inscreva!

Foto: Divulgação

Por Janaína Macedo Calvo, doutoranda em Administração e Sustentabilidade, Economista, Professora da FGV, autora e palestrante

pt Português
X
Open chat