Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Pontos turísticos fechados: permissão para os exercícios

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 

Com o chamado ‘feriadão’ decretado em todo o estado, para conter o avanço da pandemia da covid-19, vários pontos turísticos vão ficar inacessíveis. O Corcovado e o Parque Lage, no Parque Nacional da Tijuca, na zona sul do Rio, ficam fechados à visitação pública de sexta-feira (26) a domingo de Páscoa (4).

Nesse período de dez dias, na área do Corcovado ficam suspensos os serviços concessionados de transporte até o Cristo Redentor e toda a visitação e realização de eventos. No Parque Lage, além da visitação ao local, fica proibido o acesso à trilha Parque Lage-Corcovado.

Também não está permitida a entrada no Centro de Visitante Paineiras e no Centro de Visitantes do Setor Floresta. Está proibido também o acesso e  permanência em todos os mirantes localizados dentro do parque, como Dona Marta, Vista Chinesa, Mirante da Cascatinha, Mesa do Imperador, Excelsior, Bela Vista e Paineiras. As cachoeiras, duchas e lagoas do Parque Nacional da Tijuca não podem ser usadas.

Já a prática individual de atividades físicas está permitida em todas as vias e na maioria das trilhas dentro do Parque Nacional da Tijuca, desde que os visitantes não formem grupos. Não está liberada a prática coletiva de exercícios físicos.

As trilhas da Pedra Bonita e da Pedra da Gávea estarão fechadas.

A Trilha dos Estudantes, no Parque Nacional da Tijuca, está aberta e pode ser usada para a prática de exercícios (Foto Parque Nacional da Tijuca)

Entre as vias e trilhas que estarão abertas para a prática individual de atividades físicas, estão as trilhas dos setores Floresta e Serra da Carioca – como a trilha dos Estudantes- e as vias como a estrada das Paineiras e estrada do Redentor, no setor Serra da Carioca; a estrada da Cascatinha, a estrada do Bom Retiro e a estrada Major Archer, todas no setor Floresta.

O horário de funcionamento no período dos dez dias no Setor Serra da Carioca será das 8h às 17h, e no Setor Floresta das 7h às 14h, com limite de 1,5 mil pessoas por dia, com acesso e saída exclusivamente pelo portão da Praça Afonso Viseu, no Alto da Boa Vista.

Voos livres só esportivos, museus fechados

Os voos livres duplos estão suspensos, porque são os que podem provocar aglomeração. Já os esportivos, realizados pelos praticantes do esporte, que forem voar individualmente, estão liberados.

A circulação de veículos motorizados nas vias da Estrada das Paineiras, do Corcovado e do setor Floresta está proibida. Só esportistas individuais de voo livre  terão o acesso de carro liberado.

Acesso aos mirantes está proibido (Foto ABr)

O Museu de Arte Moderna, o Museu do Amanhã e o Museu de Arte do Rio já haviam divulgado, em 20 de março, a decisão de fechar as portas por três semanas para tentar conter o aumento de casos de Covid-19 na cidade e em todo o estado.

Praias proibidas na Região dos Lagos

Um dos destinos mais procurados pelos turistas internos, Búzios só permite, nos próximos dez dias, a entrada para turistas com reservas em hotéis e imóveis alugados, além de moradores e prestadores de serviço. Comércio ambulante e quiosques nas praias ficam fechados desde o dia 26, mas o comércio ficará aberto até a meia-noite.

Praia Azedinha, em Búzios: fechada até a Páscoa (Foto: Prefeitura de Búzios)

Em Saquarema, praias, praças e parques estão proibidos, mas o comércio também estará aberto, com 50% de lotação.  Maricá tomou medidas mais restritivas. O prefeito Fabiano Horta anunciou que praias (incluindo para a prática de esportes) e o comércio não essencial ficam fechados a partir do dia 26.

Em Cabo Frio, o prefeito José Bonifácio, fechou o acesso às praias e intensificou a fiscalização nas entradas da cidade para coibir a entrada de visitantes. “Eu vou me dirigir, de modo especial, ao cidadão do Rio de Janeiro e dos municípios da Baixada Fluminense: não venham para a Região dos Lagos neste feriado de 10 dias …  As praias estarão fechadas, tanto para o turista que, por acaso já esteja na cidade, quanto para o morador. E os acessos pelas estradas a Cabo Frio serão bloqueados”, explicou o prefeito.

Foto: Reprodução

 

 

pt Português
X
Open chat