Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Como tratar cicatrizes de acne

Foto: Pixabay
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 

Por: Claudia Mastrange

A acne é um tipo de inflamação na pele que pode deixar cicatrizes e manchas. E deve ser tratada independentemente da idade do paciente, orientam especialistas. “Uma primeira dica sobre acne é: não se deve espremer, pois pode aumentar a inflamação e ainda deixar manchas e cicatrizes”, indica a dermatologista Mariana Corrêa. O problema tem tratamento.

“Produtos à base de ácido salicílico e ácido glicólico podem ajudar e devem ser prescritos por dermatologista. Ajudam a clarear a pele reduzindo manchas e controlam a oleosidade, fechando poros também. E previnem a formação da acne. Cremes, géis, sabonetes e antibióticos podem ser indicados. Além disso, peelings, lasers, dermoabrasão e preenchimentos cutâneos com ácido hialurônico podem melhorar muito o resultado do tratamento de manchas e cicatrizes de acne”, detalha Mariana Corrêa.

Já a dermatologista Luciana de Abreu, destaca a importância de procedimentos feitos em clínica dermatológica.

“Recomendo opções na forma de drug delivery associado a tecnologias ou os peelings, entre eles: vitamina C, ácido azelaico, ácido retinóico, ácido glicólico, ácido salicílico, hidroquinona, ácido kojico, entre outros. É comum associarmos o uso de tecnologias como Luz intensa pulsada e lasers, microagulhamento, principalmente quando as manchas de acne têm aspecto avermelhado e arroxeado”, explica.

Manter uma alimentação saudável é importante no processo de tratamento da acne. “Assim trabalhamos saúde e beleza da pele de dentro para fora”, diz Mariana Corrêa, que recomenda a ingestão de:

– uva por ser rica em resveratrol;
– frutas vermelhas que são ricas em antioxidantes
– tomate: antioxidante;
– aveia que é rica em silício e zinco, com ação antioxidante e de controle da oleosidade
– chia, rica em ferro e antioxidantes
– cúrcuma e gengibre: alimentos antinflamatórios que podem ajudar no controle da acne.

 

Já no quesito cuidados com a pele, a dermatologista Ana Paula Fucci dá seis dicas especiais para pele acneica:

1- “A pele acneica, normalmente oleosa, necessita ser higienizada duas vezes ao dia (no máximo 3 – para não ocorrer um efeito rebote, quando a pele aumenta a produção de sebo, de forma compensatória);”

2- “Usar sabonetes específicos, que podem ser líquidos ou em barra. Alguns contém ácido glicólico ou salicílico, potencializando a renovação cutânea;”

3- “Pode ser necessário o uso de loções antioleosidade, para ajudar no controle”;

4- “É importante associar tratamentos tópicos de acordo com a orientação médica – variam de acordo com o grau e gravidade da doença. Casos mais graves podem necessitar de associação com medicamentos de uso oral, como antibióticos ou derivados da vitamina A”;

5- “Recomendo o uso regular de filtro solar, em gel, loção sem óleo ou serum, apropriados para a pele oleosa ou acneica”;

6- “Limpeza de pele realizada por profissionais pode ajudar em alguns casos. Avalie com dermatologista, que saberá a real necessidade, pois em alguns casos pode haver uma piora”, conclui Ana Paula Fucci.

pt Português
X
Open chat