Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Justiça suspende volta às aulas presenciais em escolas do Rio

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro determinou a suspensão do retorno das aulas presenciais nas escolas públicas e privadas que funcionam no município do Rio. Creches e outros estabelecimentos de ensino estavam autorizados a abrir a partir de hoje (5), por um decreto municipal, depois do feriado de dez dias no estado.

A decisão, em caráter liminar, foi tomada pelo Plantão Judiciário ontem (4), a pedido de um grupo de vereadores e deputados estaduais. O Ministério Público do Rio (MPRJ) se opôs à suspensão.

A Justiça considerou que o município do Rio está classificado como bandeira roxa (risco muito alto para a covid-19) e que a taxa de ocupação de leitos de UTI para a doença é considerado “crítico” em todo o estado. Na tarde de domingo (4), os hospitais da cidade do Rio tinham 1.416 pacientes internados e 167 pessoas na fila de espera por uma vaga de UTI. A taxa de ocupação dos leitos de UTI da Rede SUS do município está em 92%.

As escolas municipais retornariam hoje, para a equipe administrativa e somente na terça-feira (6) com as aulas presenciais.  O secretário Renan Ferreirinha informou, em entrevista ao telejornal Bom Dia Rio, que vai recorrer da decisão.

Já o sindicato das escolas particulares informou que os pais devem entrar em contato com os respectivos colégios para orientação.

Foto: ABr

pt Português
X
Open chat