Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Mais de 700 kg de carne imprópria para consumo são apreendidos em estabelecimento em Duque de Caxias

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Mais de 700 quilos de carne (carcaças e cortes) impróprios para o consumo foram apreendidos em um estabelecimento localizado no município de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

No local foram encontrados alimentos sem etiqueta lacre e data de validade, além de produtos em condições inadequadas ao consumo.

A ação foi realizada por fiscais da Defesa Agropecuária, da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento. Todos os produtos foram inutilizados e o estabelecimento autuado, na segunda-feira (12).

De acordo com André Sampaio, coordenador estadual de Controle de Qualidade de Produtos Agropecuários da Secretaria de Agricultura, esse trabalho da fiscalização é uma rotina com o objetivo de avaliar as condições higiênico-sanitárias dos estabelecimentos e dos produtos de origem animal em produção.

“Os fiscais do Serviço de Inspeção Estadual fazem vistorias periódicas em indústrias de processamento de produtos de origem animal e avaliam vários requisitos a fim de garantir a qualidade dos alimentos que são produzidos. Se verificada alguma irregularidade, os produtos são descartados e os responsáveis autuados. A autuação gera multa e, ainda, a possibilidade de interdição do estabelecimento”, afirmou.

A Defesa Agropecuária alerta que é importante que o consumidor esteja atento e só consuma produtos de origem animal que tenham o símbolo de registro de um dos Serviços de Inspeção Oficiais: SIM, SIE, SIF ou SISBI. Esse registro é a garantia de que esses estabelecimentos são fiscalizados e que cumprem as normas sanitárias vigentes.

Foto: Divulgação.

pt Português
X
Open chat