Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Paes sanciona Lei de prioridade a pessoas com deficiência para vacinas

Pessoas com deficiência terão prioridade de vacinação no Rio (Foto:Carlos Magno/Governo do Estado do Rio)
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (DEM) sancionou o projeto de lei que inclui pessoas com deficiência (PCD’s) entre os grupos que têm prioridade na hora da vacinação contra a Covid-19. O projeto pedia a alteração do calendário do Município, para que incluísse a classe na hora de vacinar, com prioridade.

Desta forma, a partir do dia 24 de abril, quando inicia-se a fase de pessoas com 60 anos, os PCD’s entrarão com essa prioridade na fila para se imunizar. A projeto foi do vereador Mario RIbeiro, que preside também a Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência da Câmara Municipal, através da criação da PL 89/2021.

“Sabemos o quanto esse grupo é de risco. Essas pessoas não têm, muitas vezes a condição de se prevenir. Não tem condição de usar máscara, não consegue controlar o uso das mãos, muitas delas com doenças e comorbidades. Se pegar o coronavírus, tem muitas chances de pegar a parte mais severa da doença. Por isso, a necessidade desse projeto”, afirmou Ribeiro.

A Lei foi publicada no Diário Oficial do Município na edição de quinta-feira (8) e agora as partes todas se reúnem para determinar a melhor maneira de alterar o calendário para a entrada de PCD’s com prioridade até a data de 24 de abril

pt Português
X
Open chat