Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Ator Paulo Gustavo morre aos 42 anos no Rio

Paulo Gustavo. (Reprodução TV Globo)
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

O ator Paulo Gustavo, que estava internado desde 13 de março, morreu nesta terça-feira (4), aos 42 anos, em decorrência de complicações da Covid-19.

O óbito foi confirmado ás 21h12. Mais cedo, um boletim divulgado pela equipe médica já tinha informado que ele estava com quadro de saúde irreversível, mas que continuava com sinais vitais.

Paulo vinha apresentando melhoras, mas teve uma piora no quadro de saúde na noite de domingo (2), quando sofreu uma embolia pulmonar.

A embolia gasosa acontece quando vasos sanguíneos são obstruídos por bolhas de ar. No caso de Paulo Gustavo, segundo os médicos, o problema atingiu o sistema nervoso central, que compreende cérebro e medula espinhal.

O ator e humorista, cujo nome era Paulo Gustavo Amaral Monteiro de Barros,nasceu na cidade de Niterói, em 30 de outubro de 1978.

Ele foi criador de vários personagens inesquecíveis, entre eles a Dona Hermínia, do filme “Minha mãe é uma peça”.

Os três filmes lançados venderam mais de 26 milhões de ingressos entre os anos de 2013 e 2020. Somente o terceiro teve a maior arrecadação da história do cinema brasileiro — R$ 182 milhões de bilheteria.

O ator ainda se destacou pelos filmes “Minha Vida em Marte” (2018) e “Os Homens São de Marte… e é para lá que eu vou” (2014).

 

 

 

pt Português
X
Open chat