Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Conmebol anuncia que Brasil será sede da Copa América deste ano

Foto: Reuters/Luisa Gonzalez/ABr
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Redação e Agência Brasil

A Conmebol anunciou nesta segunda (31) que o Brasil será a sede da Copa América deste ano. A confederação decidiu transferir para cá a realização do torneio após suspender o evento na Colômbia, que abriu mão do torneio devido aos protestos populares vividos pelo país nas últimas semanas, e na Argentina, devido à piora da pandemia de Covid-19 no país.

A Conmebol disse que a expertise da organização da última Copa América, em 2019, além do fato de o Brasil ter mais estádios em boas condições para os jogos das equipes sul-americanas pesaram a favor da escolha da nova sede. A entidade ainda divulgou que o governo brasileiro deu sinal verde para a realização da competição e agradeceu ao presidente Jair Bolsonaro e à CBF.

A confederação informou que as datas de início e término do torneio estão confirmadas para os dias 13 de junho e 10 de julho, respectivamente. A final do torneio deverá ser no Rio de Janeiro, no Maracanã.

O anúncio da suspensão do evento na Argentina foi divulgado na noite de domingo (30). Em publicação no Twitter, o perfil oficial da entidade disse que a decisão foi tomada “em atenção às circunstâncias presentes”.

Na última quinta-feira (27), segundo o governo da Argentina, foi registrado um recorde de 41.080 novos casos diários no país. Ainda neste domingo (30), horas antes do anúncio da Conmebol, o ministro do Interior, Wado de Pedro disse no Twitter, que considerando “a situação sanitária de todas as jurisdições, em particular as de Buenos Aires, Tucumán, Mendoza, Córdoba e Santa Fe”, seria “muito difícil” ter a Copa América em território argentino.

Segundo o Ministério da Saúde da Argentina, o país está com 76,5% dos leitos de unidade de terapia intensiva (UTI) ocupados. Desde o início da pandemia, em março do ano passado, são 3.753.609 casos e 77.456 mortes pelo novo coronavírus.

Inicialmente, a Copa América seria realizada, de forma conjunta, por Argentina e Colômbia. Este último foi retirado da organização por conta da onda de protestos sociais no país. Vale lembrar que, por consequência da Covid-19, Austrália e Catar, que disputariam o torneio como convidados, declinaram da participação.

pt Português
X
Open chat