Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Marcus Menna retoma carreira, lança singles com grandes nomes e conta: “Aprendi a encurtar caminhos e a tomar boas decisões na minha carreira”

Ao lado de Paula Fernandes, Marcus Menna lançou um single no último fim de semana (Foto: Divulgação)
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Por Guilherme Abrahão

Um dos maiores sucessos dos anos 2000, o cantor Marcus Menna, de 44 anos, ex-vocalista da banda LS Jack, está retomando sua carreira e espera que muito sucesso venha nessa nova caminhada. Mesmo na pandemia, o artista aproveitou para desenvolver e lançar músicas com grandes nomes do cenário nacional. Entre eles, o sucesso ao lado de Marcos & Belutti, chamado “Quem Você é” – que foi ao ar no dia 5 de março –  e agora um novo trabalho com uma das grandes vozes do Brasil: Paula Fernandes. O novo single chama-se “Amor em Excesso”, e será lançado pelo selo Bazuca, o mesmo do primeiro com a dupla sertaneja. O novo sucesso já pode ser acompanhado desde o último dia 28.

Após se recuperar de um acidente, Marcus está preparado para essa nova caminhada e contou ao Jornal DR1 alguns de seus planos e seus aprendizados que se seguiram durante todo o sucesso que fez na música. 

Nunca pensei em parar. A música é o sentido da minha vida. A música me deu tudo e eu ainda tenho muito para dar à ela”, comentou o cantor.

O novo single, segundo ele, presenteia a todos com aquilo que ele sabe fazer de melhor: música de qualidade. Além disso, a voz impactante de Paula Fernandes é um diferencial para o novo sucesso. O clipe foi gravado em Angra dos Reis.

Marcus é formado em música pelo Conservatório Brasileiro de Música, o cantor foi líder e fundador da banda LS Jack nos anos 2000, onde emplacou inúmeros hits nacionais como “Carla” e “Sem radar”, vendendo milhões de CDs. Sua carreira teve uma breve pausa após passar por uma interferência cirúrgica, que acabou o deixando dois meses em coma, devido a gravidade da situação. Assunto já superado pelo cantor e por sua família, assim como o fim da banda. 

Ao todo, já são 30 anos de carreira e mais de cem canções gravadas. Menna garante que “sua pegada” ainda é o rock, mesmo tendo gravado com nomes conhecidos no cenário nacional pela música sertaneja.  E ele garante que essa parceria ficou mais próxima do seu estilo do que de qualquer outro.

Para os novos trabalhos, Menna se mostra totalmente pronto e preparado para os desafios que vão vir pela frente no meio musical. Mas sem esquecer das coisas boas que lhe fazem sorrir todos os dias.

Meu grande projeto pessoal hoje é viver meu casamento, seguir na criação das minhas filhas e, sobretudo, viver a vida e ser feliz”, afirmou o cantor casado com Renata Menna, que hoje assessora a carreira do artista.

Confira o bate-papo de Marcus Menna, e seus planos na grande retomada de carreira, abaixo.

Marcus Menna lançou single também com Marcos e Bellutti (Foto: Divulgação)

Jornal DR1: Após um período longe dos palcos, como está encarando esse retorno?

Marcus Menna: Estou muito empolgado. Trabalho com o que mais amo e isso me enche de energia.

Jornal DR1: Como está se virando nessa pandemia? 

MM: Tenho procurado trabalhar no meu projeto e isso já toma a maior parte do tempo. Tenho me cuidado bastante e lamento muito pelas vidas perdidas.

Jornal DR1: O que pode falar do novo projeto musical?

MM: Lançamos um dueto com Marcos & Belutti e agora vamos lançar essa canção com a Paula Fernandes. Posso adiantar que até o final do ano vamos lançar mais 2 feats com  artistas gigantes. Aguardem que vem coisa boa por aí.

Jornal DR1:  Qual a diferença do Marcos que estourou no Brasil para o de hoje?

MM: A experiência com certeza é o que mais acrescentou na minha vida nesse período todo. É sempre bom se desenvolver dessa maneira, através do que a experiência te oferece.

Jornal DR1: Qual foram os grandes aprendizados na carreira?

MM: A sequência de shows, gravações e eventos nos permite aprender muitas coisas sobre a profissão. Foram muitas “ horas de voo” … Aprendemos a encurtar caminhos e a tomar boas decisões.

Jornal DR1: Como foi essa escolha em fazer música com pessoas de todos os gêneros?
MM: Pensamos em grandes artistas, sem classificá-los por gêneros. Tanto Marcos & Belutti como Paula Fernandes são artistas com pegada muito pop… encaixaram perfeitamente comigo. Prefiro sempre inovar, tentar algo inusitado . 

Jornal DR1:  Nesse ponto, como é a escolha das pessoas que vão fazer música com você?

MM: Como disse, procuro olhar a qualidade artística e a possibilidade de podermos surpreender. 

Jornal DR1: Além dos projetos profissionais, quais são os projetos pessoais?

MM: Meu grande projeto pessoal hoje é viver meu casamento, seguir na criação das minhas filhas e , sobretudo, viver a vida e ser feliz

Jornal DR1:  Qual conselho daria para quem quer começar na música?

MM: Invista na sua verdade, acredite sempre, tenha foco e trabalhe para que as coisas aconteçam. No mais, nunca deixe de sonhar.

pt Português
X
Open chat