Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Nova York celebra com fogos de artifício o fim das restrições contra Covid-19

Foto: Reprodução
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Como falado no último artigo dessa coluna na semana passada, faltava apenas 1,4% da população de Nova York a ser vacinada para atingir o total de 70% dos moradores do estado com pelo menos 1 dose da vacina anti-Covid-19 e consequentemente derrubar as barreiras de restrição anti-Covid-19.

A meta foi atingida no início dessa semana e na terça-feira, dia 15/06/21, houve queima de fogos de artifício em todo o estado para comemorar o cumprimento da meta e a maioria da população protegida contra o vírus.

O Governador do Estado Andrew Cuomo disse que os limites de reunião social, restrições de capacidade, distanciamento social, exames de saúde, protocolos de limpeza e desinfecção, informações de contato para rastreamento foram eliminados. E assim o estado de Nova York se aproxima cada vez mais de viver em sua totalidade o “novo normal”.

Entretanto, quaisquer diretrizes federais envolvendo escolas, saúde e transporte público permanecem.

Os fogos foram liberados na última terça-feira a noite e foram não só em comemoração ao atingimento da meta de 70% da população com pelo menos 1 dose da vacina aplicada, mas também para saudar os profissionais da área de saúde que trabalharam como heróis na frente de batalha contra o Covid-19.

O Governador Cuomo contou com suportes de algumas lideranças no estado, entre eles Andrew Rigie, diretor executivo do NYC Hospitality Alliance, que apoiou a decisão do Governador na suspensão das restrições contra Covid em Nova York, quando fez seu discurso de celebração na terça-feira: “Após 16 meses de devastação sem precedentes nos restaurantes, bares e clubes de Nova York infligidos pela pandemia COVID-19, é monumental juntar-se ao governador Cuomo e aos líderes de toda a cidade na torre 1 do World Trade Center para suspender oficialmente as restrições aos negócios e começar uma nova fase de recuperação da cidade “, disse Rigie. “Este é um passo extremamente importante e notável em um longo caminho para a recuperação. Muito mais ainda precisa ser feito para apoiar dezenas de milhares de pequenas empresas e trabalhadores em Nova York: o principal desses esforços é o governo federal reabastecer o Fundo de Revitalização de Restaurantes e fornecer às empresas locais o alívio urgente de que precisam. ”

Hoje não só a cidade mas também todo o estado de Nova York vive um clima de alívio e comemoração de finalmente poder sair e socializar sem as tantas preocupações e obediência as restrições sanitárias.

O meu desejo é que muito em breve o meu país, Brasil, também possa viver e comemorar esse momento e que o povo brasileiro volte também ao seu “novo normal”.

Silvina Rios
Advogada brasileira, especialista em imigração para os EUA
srios@vivendonoseua.com.br
www.vivendonoseua.com.br

pt Português
X
Open chat