Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Opinião: CBF quer comprar briga com clubes por causa das Olimpíadas

Pedro ficou bravo em ser substitúido contra o Fortaleza (FOTO: MARCELO CORTES / FLAMENGO)
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Por Guilherme Abrahão

No confronto do Flamengo diante do Fortaleza, Pedro deixou o gramado extremamente irritado e foi questionado por Rogério Ceni na entrevista coletiva. Apesar das críticas do treinador, ele tocou em um ponto que pode ser o agente causador da crise do atacante com o clube: a convocação para a seleção olímpica. O Fla tinha promessa que nenhum jogador seu seria convocado, promessa não cumprida pela entidade.

E se a CBF queria problema, ela conseguiu. Pedro é jovem e tem o desejo de defender a seleção nas Olimpíadas em Tóquio neste mês de julho. Externou sua vontade que foi prontamente negada pela diretoria rubro-negra. Daí começa o entrevero. Indignado com o fato de ficar fora por determinação do clube, o atacante pode estar com o psicológico abalado. O próprio Rogério achou essa ideia válida e promete resolver internamente. Mesmo assim, o treinador caiu na armadilha da CBF e falou publicamente que não gostou da situação.

O Flamengo já havia pedido a pausa do Campeonato Brasileiro devido às convocações para a Copa América e não conseguiu. Perdeu atletas para diversas seleções, com a qual não havia argumentação. Com a entidade nacional deveria ter, mas parece que não quer. A briga está instaurada entre Flamengo e CBF. E outros clubes podem seguir o mesmo caminho. Alguns são omissos, como o São Paulo, que liberou Daniel Alves, de 37 anos, para esse torneio. Porém, a entidade está irritando o futebol brasileiro. E essa briga pode não ser nada saudável para ninguém.

A CBF abriu fogo e o Flamengo devolveu. Nesta queda de braço, por ora, o Fla parece estar sendo derrotado. Não conta com o apoio de Pedro. Ele não quer ser liberado. Nitidamente ele quer jogar pela Seleção. O Rubro-Negro ainda não tem ideia de como vai ficar. Mas uma coisa é certa: vai continuar batendo o pé.

pt Português
X
Open chat