Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Supercomputador Tupã será desligado

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Antes de qualquer coisa, preciso que você entenda o que é o Tupã. O Tupã é um supercomputador modelo XT6 da Cray, adquirido com recursos do Ministério da Ciência e Tecnologia e da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo no ano de 2010. Instalado na sede do INPE (Instituto Nacional de Ciências Espaciais) em Cachoeira Paulista (SP), o supercomputador foi o mais potente da América do Sul e um dos 500 mais potentes do mundo, sendo responsável por prever o tempo, emitir alertas climáticos, coletar e monitorar dados para pesquisas e desenvolvimento científico.

Além de atender ao Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos e ao Centro de Ciência do Sistema Terrestre durante dez anos, o Tupã foi utilizado por grupos de pesquisa, instituições e universidades nacionais e internacionais. Seus dados também abastecem o Operador Nacional do Serviço Elétrico (ONS), que coordena a geração e a transmissão de energia elétrica em todo o país.

Ano passado, o INPE chegou a prever a troca do Tupã por dois supercomputadores de menor porte – que possuem uma capacidade de processamento muito menor, mas também gastam menos energia. Ainda assim, não houve verba suficiente para realizar a substituição.

Segundo o Instituto, o desligamento — o primeiro da história — está previsto para agosto. Neste ano, o Inpe recebeu o menor orçamento vindo do Governo Federal, totalizando R$ 44,7 milhões. No total, eram previstos o encaminhamento de R$ 76 milhões de verba. Para efeito de comparação, só o supercomputador consome R$ 5 milhões por ano de energia elétrica.

Seu desligamento interromperá pesquisas em andamento e o fornecimento de dados meteorológicos – o que pode dificultar, por exemplo, o monitoramento de queimadas no Brasil, assim como estiagens e mudanças climáticas no país. Esperemos por mais notícias.

Aisha Raquel Ali
Webdesigner, assessoria em social media e marketing
aisha.raquel@jornaldr1.com.br

pt Português
X
Open chat