Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Uber anuncia medidas para apoiar vacinação em São Gonçalo

A Uber fechou parceria com a Prefeitura de São Gonçalo (Foto: Divulgação)
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

A Uber fechou um acordo para doar viagens à Prefeitura de São Gonçalo para apoiar a vacinação contra a Covid-19. A empresa vai fornecer códigos no valor de R$ 30,00, totalizando uma doação de 200 mil reais em viagens, para apoiar o deslocamento de servidores públicos da Secretaria Municipal de Saúde. O código precisa ser adicionado no aplicativo da Uber antes das viagens.

“Os funcionários do posto de saúde vão chamar o Uber, que levará os moradores até o local de vacinação e, depois, vão retornar – também de Uber para o seu bairro, tudo de graça para o morador”, explicou o subsecretário de Atenção Básica da Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil de São Gonçalo, Maik Mello.

Além da parceria com São Gonçalo, a Uber também firmou parcerias com as prefeituras de Belo Horizonte, Campo Grande, Maceió, Natal e Porto Alegre e com os governos do Espírito Santo, da Paraíba e de Pernambuco.

A Uber firmou ainda parcerias com a Cruz Vermelha, para custear o deslocamento de profissionais e voluntários que precisam se deslocar até os locais em que a imunização está sendo feita, e com a Central Única das Favelas, para custear o deslocamento aos postos para pessoas em situação de vulnerabilidade. A empresa também integra o movimento Unidos pela Vacina, por meio do qual hoje apoia a vacinação em seis cidades no Ceará.

“Queremos garantir que a mobilidade não seja mais um obstáculo para quem quer se vacinar”, diz a gerente de Operações da Uber no Brasil, Sílvia Penna. “Por isso, além de apoiar os governos e prefeituras, estamos também apoiando a Central Única das Favelas (Cufa) para permitir que as pessoas mais vulneráveis tenham uma opção de mobilidade para chegar aos locais de vacinação”.

Para Celso Athayde, fundador e coordenador geral da Cufa, “as favelas são um espaço que foi negligenciado, onde as pessoas estão por ali por falta de alternativa, e onde tudo já é mais difícil mesmo em tempos normais – que dirá em uma época desafiadora como a que vivemos. Por isso, são fundamentais iniciativas como essa da Uber, que buscam facilitar o acesso à vacina do morador da favela que está nos grupos de risco”.

A Uber também apoiou o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) para promover informação de qualidade sobre as vacinas e os programas de vacinação para toda a comunidade de mais de 22 milhões de usuários e 1 milhão de parceiros do aplicativo. Todos receberam, por meio do app da Uber, pílulas de informação e dicas produzidas pelo Conass sobre as vacinas.

Esse pacote de medidas faz parte do compromisso anunciado pelo CEO da Uber, Dara Khosrowshahi, de fornecer em todo o mundo 10 milhões de viagens gratuitas ou com descontos para ajudar a assegurar que a mobilidade não seja uma barreira para se tomar a vacina

Resposta à pandemia – A medida vem somar a uma série de anúncios que a Uber tem feito para enfrentamento à pandemia desde o ano passado, entre as quais podemos destacar:

• Uso obrigatório de máscaras: o uso de máscaras se tornou obrigatório para todos que dirigem ou utilizam o aplicativo da Uber durante a pandemia. Com isso, todos os motoristas parceiros e usuários precisam passar por um checklist diariamente confirmando que estão tomando as precauções devidas, como o uso de máscara, utilização do banco traseiro do carro, janelas abertas para ventilação, além da higienização. E também introduzimos uma ferramenta para identificar o uso de máscaras por meio de uma selfie.

• UberMedics: na cidade de São Paulo, em parceria com o Itaú Unibanco, oferecemos 200 mil viagens para profissionais de saúde do município que estão atuando na linha de frente do combate à COVID-19. No Rio de Janeiro, foram oferecidas 12 mil viagens em parceria com o Movimento União Rio. Esses profissionais podem fazer viagens pela plataforma da Uber quando a origem ou o destino for um dos centros de saúde da cidade.

• Doação de sangue: custeamos viagens de doadores que queiram se deslocar para bancos de sangue, iniciativa que já atendeu mais de 20 municípios de todas as regiões do país.

• Cestas básicas: em parceria com a CUFA – Central Única das Favelas, lançamos uma campanha para doação de cestas básicas e kits de higiene a comunidades vulneráveis afetadas pelo coronavírus usando o aplicativo Uber Eats.

• Pesquisa de plasma: no Rio de Janeiro, fizemos uma parceria com o Hemorio, o hemocentro coordenador do Estado do Rio de Janeiro, para oferecer viagens a pessoas curadas de coronavírus que queiram doar o plasma do sangue para pesquisa de combate ao vírus.

• Assistência financeira: o motorista ou entregador parceiro diagnosticado com Covid-19 ou que fizer parte do grupo de risco pode solicitar assistência por até 14 dias mediante apresentação de atestado médico solicitando seu isolamento.

• Centro de Higienização: inauguramos Centros de Higienização da Uber voltado a motoristas e entregadores parceiros em dez capitais. O centro permite que em um único local os parceiros façam limpeza dos veículos e das mochilas de entrega com nanotecnologia, retirem kits com itens de proteção e higiene (máscara, luvas e desinfetante) e instalem divisórias de PET para proteção adicional nos carros.

• Suprimentos de limpeza: parceiros podem solicitar reembolso para itens como álcool em gel e máscaras.

• Vale Saúde: uma parceria com o Vale Saúde Sempre oferece para todos os nossos parceiros descontos em consultas médicas em rede de atendimento privada e mais de 3.000 tipos de exames laboratoriais e de imagens. Não será cobrada anuidade dos parceiros para acesso a esse programa, que sem a parceria teria um custo de R$ 358,80 por ano.

• Telemedicina: os mais de 1 milhão de motoristas e entregadores parceiros da Uber no Brasil têm a opção de utilizar o serviço de orientação médica online do Hospital Israelita Albert Einstein. Chamado de Einstein Conecta, o serviço funciona 24 horas por dia, sete dias por semana, com orientações por videoconferência, permitindo conforto e agilidade no atendimento com acesso à excelência médica proporcionada por um dos principais hospitais do país – uma conveniência que ganha ainda mais relevância em tempos de coronavírus.

• Suporte a restaurantes: anunciamos esforços para apoiar o setor de restaurantes, oferecendo gratuidade na taxa de entrega para pedidos feitos a milhares de pequenos e médios restaurantes parceiros independentes do Brasil. Além disso, todos os restaurantes cadastrados na plataforma também estão isentos da taxa de retirada quando os usuários fazem um pedido pelo aplicativo e optam por buscar a refeição pessoalmente. Também lançamos um novo programa para que restaurantes parceiros pequenos e independentes, em mercados específicos, recebam os pagamentos diariamente durante esse período.

pt Português
X
Open chat