Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Aumento do número de infectados com Covid-19 e variante Delta cancela o Brazilian Day

Foto: Reprodução
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Todo ano o maior evento brasileiro fora do Brasil, o famoso Brazilian Day fecha mais de 20 quadras e ruas na cidade de Nova York e reúne milhares de pessoas no Domingo anterior ao dia da Independência do Brasil, 07 de setembro.

Esse ano não seria diferente, já havia toda uma programação pronta com convidados brasileiros famosos, celebridades, bandas, duplas sertanejas, DJs, muito verde e amarelo e milhares de pessoas esperadas. Todavia, devido ao crescente número de pessoas infectadas com o Covid-19 e a variante Delta, os organizadores foram obrigados a cancelar o evento por pedido das autoridades da cidade.

Confesso a vocês, que é uma data que sempre fico esperando chegar depois que passei a morar aqui em Nova York e fiquei bastante desapontada com o cancelamento, mas compreendo perfeitamente a razão: questões de segurança a pública. E contra isso não há o que argumentar.

O evento existe há 34 anos em Nova York, sempre realizado na Rua 46, também conhecida como Little Brazil, no coração de Manhatam. O evento foi crescendo a cada ano mais e hoje são em torno de 25 quarteirões que se transformam num mar de gente, colorido com as cores da bandeira brasileira, verde e amarelo.

São multidões de pessoas: entre brasileiros, americanos e de todo tipo de nacionalidade que vão ao evento saborear as comidas típicas brasileiras, as músicas e a alegria contagiante do nosso povo. Se tem uma coisa que somos imbatíveis é fazer festa! Celebrar a vida! Brasileiro é mundialmente famoso pelo Carnaval e pela alegria de viver.

Embora vivamos em meio a tantas crises: política, econômica, ética e moral no Brasil, aqui fora o povo brasileiro é reconhecido pela sua simpatia, alegria e festividades. Os americanos, embora muitos deles não conheçam a fundo a cultura brasileira, (alguns até pensam que falamos espanhol no Brasil!) adoram nosso país, nossa comida e a diversidade cultural que existe nessa terra tropical.

Como brasileira morando fora há quase 6 anos, devo confessar que ouço muito mais brasileiros falando mal do Brasil do que pessoas de outras nacionalidades. Todo país, digo TODO país, tem problemas, o Brasil não é diferente. Aqui nos EUA também existem vários problemas, mas se tem algo que o brasileiro pode ensinar para os americanos é ser mais feliz, curtir/saborear mais a vida, em contrapartida, sem tem uma coisa que brasileiro poderia aprender com os americanos é o patriotismo.

O 7 de Setembro passou, não houve o Brazilian Day aqui nos EUA, mas a esperança por um Brasil melhor, onde de fato a mensagem de “Ordem e Progresso” prevaleça, ainda impera dentro de mim.

Silvina Rios
Advogada brasileira, especialista em imigração para os EUA
srios@vivendonoseua.com.br
www.vivendonoseua.com.br

pt Português
X
Open chat