Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Jornal DR1 acompanha show presencial “Cláudia Amorim e as Mulheres do Brasil”

Cantora Claudia Amorim apresentou o show "As Mulheres do Brasil”. (Foto: Alan Alves)
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

O Jornal DR1 acompanhou, na noite desta quinta-feira (23), o show presencial “Cláudia Amorim e as Mulheres do Brasil”, idealizado para dar foco à produção musical feminina no Brasil, destacando a diversidade e grandeza de suas compositoras. O evento aconteceu no Teatro Prudential, no Rio de Janeiro.

A cantora Cláudia Amorim, que tem mais de 20 anos de carreira, se apresentou ao lado das instrumentistas Samara Líbano (no violão/guitarra/7cordas) e Rapha Morret (percussão) e se emocionou com volta aos palcos. O show teve ainda a participação especial da também cantora Ilessi.

“Estou emocionada por estar no palco depois de quase dois anos de pandemia. A gente fez esse projeto em março desse ano, porque ele foi comtemplado perla Lei Aldir Blac, mas a gente fez live. Então essa resposta do público quando a gente acaba de cantar fazia tempo que eu não sentia. Obrigado pela presença de todos vocês”, disse Cláudia, sob aplausos do público reduzido no teatro, em função da pandemia.

Houve ainda distanciamento entre as mesas, obrigatoriedade de apresentação do comprovante de vacinação contra a Covid-19 e uso de mascara e álcool em gel.

Cantora Ilessi fez participação especial no show. (Foto: Alan Alves)

O show

Exibido pela primeira vez no dia 24 de março no YouTube de Claudia Amorim, direto do palco do Imperator – Centro Cultural João Nogueira, o show “As Mulheres do Brasil” busca fazer jus ao legado de grandes artistas da música popular brasileira.

As canções apresentadas no show possuem um recorte que vai da década de 1950 até os dias atuais, demonstrando a grandeza e a diversidade das autoras dentro do cancioneiro popular. De Dolores Duram à Pitty, o repertório vai encontrando as autoras mais expressivas de cada década, como Joyce, Sueli Costa, Rita Lee, Angela RoRo, Catia de França e outras.

Ao final da apresentação no Teatro Prudential, Claudia chamou ao palco todas as mulheres que estiveram envolvidas com a realização do evento, inclusive nas posições mais técnicas, e todas cantaram e foram também aplaudidas.

pt Português
X
Open chat