Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Prefeitura reabre 12 estações do BRT na Avenida Cesário de Melo

Foto: Alexandre Macieira/Prefeitura do Rio
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

A Prefeitura do Rio, por meio da Intervenção do BRT e da Secretaria Municipal de Transportes, reabriu 12 estações do BRT na Avenida Cesário de Melo, no corredor Transoeste, após reformas.

A via, que liga Santa Cruz a Campo Grande, na Zona Oeste, ganhou ainda melhorias no transporte por BRT, com alterações das linhas que atendem os moradores da região e intervalos menores. Cada uma das 12 estações foi reformada ao custo de R$ 400 mil, totalizando R$ 4,8 milhões.

“O BRT bem operado e sendo utilizado de maneira correta traz dignidade para a população. Antes, o passageiro tinha que pegar um “quentão” todo dia na Avenida das Américas em mão dupla, cheia de acidentes e com muito engarrafamento para chegar ao trabalho. Quando a gente implantou o BRT, a pessoa passou a chegar com mais conforto, em 40/50 minutos daqui de Santa Cruz até a Barra. Isso faz uma grande diferença na vida das pessoas”, declarou o prefeito Eduardo Paes.

Em seguida, o prefeito fez um apelo à população

“Tratem com cuidado, preservem, tenham carinho com esse espaço. O sistema BRT ainda vai melhorar muito. Deve demorar um ano e meio para que a gente diga que tem algo digno aqui. Quem acha que isso é pouco tempo é porque não tem noção do processo burocrático que é fazer uma concessão. Vai demorar ainda para ficar perfeito, mas a gente sabe que, a partir de agora, esse corredor da Cesário de Melo vai ter um serviço de qualidade”.

Durante o evento, Eduardo Paes embarcou em um BRT da Linha 17 (Santa Cruz x Campo Grande) na estação Cesarão I e foi até a Vilar Carioca, percorrendo cerca de sete quilômetros na pista exclusiva.

Ao todo, 30 ônibus vão fazer os serviços das novas linhas do BRT na região, com capacidade para transportar 1.600 passageiros, por hora, por sentido, nos horários de pico. Os veículos que vão circular nesse trecho terão nova identidade visual para identificar o BRT Cesário. Todas as ações fazem parte da intervenção da Prefeitura no sistema até que a nova licitação do transporte público da cidade seja realizada.

As 12 estações entregues aos cariocas são: Cesarão I, Cesarão II, Vila Paciência, Três Pontes, Júlia Miguel, Parque São Paulo, Cosmos, Icurana, Vilar Carioca, Inhoaíba, São Jorge e Cândido Magalhães – foram fechadas depois de terem sido vandalizadas. A maioria das estações estava inoperante desde 2018.

No projeto de reforma, foi levada em conta a necessidade de minimizar problemas graves no sistema, como depredação e calote, com substituição de painéis e portas de vidros por chapas metálicas vazadas, o que permite uma maior ventilação, fiação embutida e mecanismos das portas blindados.

As estações recuperadas na Cesário de Melo também se diferenciam pela iluminação de cor azul projetada de dentro para a cobertura externa e o reforço na iluminação interna e externa. A Rioluz instalou, nas vias do entorno e na frente das estações, como parte do programa Luz Maravilha, 730 pontos modernizados para LED e 34 projetores MVM, para gerar mais segurança aos usuários e motoristas.

Revisão das linhas

A Prefeitura do Rio também revisou as linhas do BRT que passam na região. A linha experimental LECD 33 (Campo Grande x Santa Cruz) parou de rodar. No mesmo trajeto, com paradas também nas estações reabertas, já está circulando a Linha 17, que tem intervalos menores e funciona das 4h à 0h, todos os dias da semana.

Nesta segunda-feira (27/09), entra em operação a nova Linha 14, também com intervalos menores. Em vez de partir do Terminal Campo Grande, o serviço sairá da estação Santa Eugênia, em Paciência, seguindo até a estação Salvador Allende, no Recreio dos Bandeirantes. A linha vai funcionar nos dias úteis (segunda a sexta-feira), nos horários de pico (4h às 8h e 16h às 20h), com paradas na ida e na volta em todas as estações abertas na Cesário de Melo, a partir da Santa Eugênia, e nas estações Curral Falso, Recreio Shopping, Gláucio Gil e Salvador Allende.

Com as 12 estações da Cesário de Melo, a Prefeitura do Rio já reabriu 23 das 46 estações encontradas fechadas em março, quando assumiu a gestão do BRT Rio. A reforma das primeiras 11 já entregues custou R$ 4.828.164,71. Em breve, outras sete estações voltarão a funcionar na região: Cesarão III, Cesarinho, 31 de Outubro, Ana Gonzaga, Pina Rangel, Parque Esperança e Prefeito Alim Pedro. E, até o fim de outubro, a previsão é que todas as estações sejam reabertas. O cronograma de entrega das estações foi afetado pela falta de insumos no mercado.

Estações terão monitoramento do BRT Seguro 

Uma força-tarefa de vários órgãos da Prefeitura foi utilizada na recuperação do trecho do entorno do BRT. Para garantir segurança, a Secretaria de Ordem Pública (Seop) realizou uma série de ações na Cesário de Melo no combate a ambulantes ilegais, lava-jatos clandestinos, além de estabelecimentos e feiras irregulares. O corredor também receberá rondas de patrulhamento de agentes do programa BRT Seguro para coibir a criminalidade, o vandalismo e a evasão de passagens.

“O BRT Seguro seguirá fazendo a segurança das estações para prevenção de danos e de episódios de violência, para que o usuário do serviço tenha tranquilidade e segurança para embarcar nos ônibus”, afirmou o secretário de Ordem Pública, Brenno Carnevale.

Para revitalizar a sinalização na área, a CET-Rio instalou sinais na altura da Rua Messias, que vão permitir nova rota de acesso ao Viaduto de Paciência e trazer melhorias à circulação da região. Também recuperou os da estação Cesarão I e Cesarinho, que tiveram os equipamentos vandalizados, e confeccionou, substituiu e reparou 356 placas de trânsito. Além de instalar equipamentos de fiscalização eletrônica, com 20 faixas monitoradas, para coibir a invasão da calha do BRT, avanço de sinal e conversão proibida, motivos de causas de muitos acidentes. Em parceria com a Rioluz, nove câmeras de monitoramento da CET-Rio foram reativadas em conexão com o Centro de Operações Rio (COR), permitindo monitoramento em tempo real do trânsito.

Recapeamento da via

A Secretaria de Conservação executou fresagem de 44.730 m2 e recapeou uma área de 45.298 m2, com 5.762 toneladas de massa asfáltica. A Seconserva também recuperou calçadas e rampas de acessibilidade, fez melhorias nos acessos ao viaduto de Paciência e instalou tampas de concreto em bueiros, entre outros serviços.

O trabalho de integração dos órgãos da Prefeitura do Rio foi coordenado pela Subprefeitura da Zona Oeste. Da estação do BRT Curral Falso até a Rodoviária de Campo Grande, a Comlurb realizou varrição, capina, limpeza e lavagem das estações, além da instalação de papeleiras e fechamento de pontos de descartes irregulares de resíduos.

Serviço:

  • Linha 17 (Campo Grande x Santa Cruz Parador), todos os dias, das 4h à 0h, ida e volta.

Itinerário: Terminal Campo Grande, Cândido Magalhães, São Jorge, Inhoaíba, Vilar Carioca, Icurana, Cosmos, Parque São Paulo, Júlia Miguel, Santa Eugênia, Três Pontes, Vila Paciência, Cesarão II, Cesarão I, Gastão Rangel, General Olímpio e Terminal Santa Cruz

 

  • Linha 14 (Santa Eugênia x Salvador Allende), de segunda a sexta-feira, das 4h às 8h e das 16h às 20h, ida e volta.

Itinerário: Estação Santa Eugênia, Três Pontes, Vila Paciência, Cesarão II, Cesarão I, Curral Falso, Recreio Shopping, Gláucio Gil e Salvador Allende

  • LECD 33 (Campo Grande x Santa Cruz): para de funcionar
pt Português
X
Open chat