Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

VoluntaRIO: Plataforma de doações on-line para a população vulnerável é lançada no Rio

Foto: Reprodução
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

O programa VoluntaRIO, plataforma online por meio da qual podem fazer doações para a população vulnerável, foi lançada na quinta-feira (8) pela prefeitura do Rio de Janeiro, durante a live do prefeito Eduardo Paes nas redes sociais. O objetivo, conforme o prefeito, é estimular a cultura do voluntariado e solidariedade entre os cariocas, ampliando as ações em prol da população mais vulnerável, sobretudo neste momento de pandemia da Covid-19, com as altas taxas de desemprego, fome e inflação.

Por meio da plataforma digital (https://voluntario-pcrj.hub.arcgis.com/), qualquer cidadão, entidade, organização ou empresa pode verificar quais as demandas naquele momento da população mais vulnerável da cidade e escolher como e o que quer doar. As doações podem ser feitas de quatro formas diferentes: tempo, insumos e materiais, serviços e financeira. A prefeitura do Rio informou que, desde 1º de janeiro, a rede da Secretaria Municipal de Assistência Social atendeu a 700 mil pessoas, 30% a mais do que no mesmo período do ano passado.

“Se a pessoa quiser ajudar em equipamento de idoso, de criança, vai dizer ‘posso trabalhar tanto tempo, um dia por semana, de tal maneira’. Muita gente quer ajudar, tem vontade, vê o sofrimentos dos outros. Então, é muito importante que as pessoas que queiram ajudar entrem lá na plataforma e se inscrevam”, incentivou o prefeito Eduardo Paes.

A secretária de Assistência Social, Laura Carneiro, afirmou que o sistema terá total transparência e que todo o percurso da doação feita através da plataforma ficará disponível on-line para os internautas. “O grande diferencial do VoluntaRIO é que a tramitação de qualquer tipo de doação, independentemente de quem faça, desde o primeiro momento até beneficiar quem mais precisa, estará disponibilizada o tempo inteiro na plataforma. Todos poderão acompanhar o destino de todas as doações”, explicou Laura Carneiro.

A prefeitura do Rio também informou que a Assistência Social tem, atualmente ,118 equipamentos espalhados pela cidade: 14 CREAs (Centros de Referência Especializados de Assistência Social) e 38 unidades que abrigam população em situação de rua; 47 CRAs (Centros de Referência da Assistência Social); e 19 Conselhos Tutelares. Os CREAs oferecem serviços, programas e benefícios para quem se encontra em situação de risco pessoal ou social, com seus direitos violados ou ameaçados. Enquanto os CRAs atendem a população em situação de risco e vulnerabilidade, mas ainda com vínculos familiares preservados.

Na plataforma VoluntaRio, conforme a prefeitura, todos esses equipamentos estarão listados e com suas demandas detalhadas para o cidadão escolher o que, como e em qual deles fará a doação. A prefeitura orienta que as pessoas que tiveram dúvidas ou sugestões entrem em contato com a equipe do programa, por meio do e-mail: voluntario.smas@gmail.com.

pt Português
X
Open chat