Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Equipe do Jornal DR1 é homenageada pelo Instituto Cultural Giuseppe e Anita Garibaldi

Equipe do Jornal DR1 no Evento do ICGAG. Foto: Arquivo Pessoal
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Na última sexta-feira (22), parte da equipe do Jornal DR1 participou do evento realizado pelo Instituto Cultural Giuseppe e Anita Garibaldi que foi realizado no Hotel Continental, na cidade de Porto Alegre – Rio Grande do Sul.

Nesta mesma noite a advogada, jornalista e Diretora Geral, Ana

Dra Ana Cristina Campelo de Lemos Santos é homenageada pelo ICGAG. Foto: Arquivo Pessoal

Cristina Campelo de Lemos Santos foi premiada com o Troféu Guerreiro 2021, onde homenageia a expressa contribuição à sociedade brasileira. Estiveram também presentes o Advogado, jornalista e colunista do Jornal DR1 Carlos Augusto Aguiar e o Biólogo e colunista Vitor Chimento.

Na última edição da revista ICGAG houve também mais uma homenagem a Dra Ana Cristina

Última edição da Revista ICGAG. Foto: Arquivo Pessoal

Campelo de Lemos Santos e também houve a publicação do artigo do colunista do Jornal DR1 Vitor Chimento que tem como tema o Caldeirão dos Jesuítas. Leia o artigo completo abaixo:

O CALDEIRÃO DE SANTA CRUZ DO DESERTO OU CALDEIRÃO DOS JESUITAS – HOLOCAUSTO DA SECA, UMA CHACINA QUE A HISTORIA DO BRASIL ESQUECEU

    O Caldeirão de Santa Cruz do deserto faz parte dos chamados movimentos messiânicos.

    O messianismo é um termo restrito a crença na vinda – ou no retorno- de um enviado divino libertador, um  messias, com poderes e  atribuições que aplicará ao cumprimento da causa de um povo ou um grupo oprimido. assume a forma de uma monarquia politica, e o proprio rei com sua dinastia, transforma-se no seu elemento determinante. O rei representa o povo, e, através dele o povo age com unidade politica. Ele pode ser compreendido como uma crença, por isso o nome remete a idéia vinculada a uma tradição judaica-cristã inscrita no ideal de um povo escolhido, e, representa, em parte os movimentos populares, de cunho religioso  que ocorreram no Brasil.
Uma relação aparente que une esses movimentos, além das questões sociais, é o forte senso de coletividade, na medida que sobrepuja as individualidades, em nome do bem comum, envolvendo, sempre, a historia e as necessidades do coletivo, na transformação da terra para todos e não para um só. O forte senso comunitário forma uma irmandade com leis próprias para reduzir as desigualdades. O elemento religioso é sua maior caracteristica.
No Brasil, os movimentos messiânicos foram marcados pelo sebastianismo  portugues (movimento profético messiânico apoiado na crença que o rei portugues Dom Sebastião, desaparecido em 1578 na batalha de Alcácer-Quibir, iria regressar, a Portugal, numa manha de nevoeiro, para conduzir o povo a uma nova era de esplendor), com comunidades fundadas e d  por um  líder religioso.
A região do Nordeste brasileiro por muito sofreu com o autoritarismo dos latifundiários locais, denominados coronéis.  As alianças políticas aumentavam o seu poderio e legalizava, com isso, os maus tratos aos moradores carentes  das localidades. A falta de expectativa em uma vida mais justa levava a população submeter-se aos mandos e desmandos dos chamados coronéis.
O Caldeirão de Santa Cruz do Deserto surgiu nas terras do Crato, interior do Ceará, cariri cearense.  Consistia  numa comunidade formada e liderada pelo paraibano, de Pilões de Dentro, José Lourenço Gomes da Silva, que ficou conhecido por beato José Lourenço.
José Lourenço e sua familia ao migrar para Juazeiro do Norte conheceu Padre Cícero de  quem , logo,  ganhou  simpatia e  confiança, tornando-se um guia espiritual para o beato que passou a incorporar as maneiras de agir, pensar e sentir do padre. Passa a fazer parte da Ordem dos Penitentes da Santa Cruz, grupo religioso secreto bastante conhecido, na época, em todo Nordeste.Arrendou , com auxilio de Padre Cícero,um lote de terra no sítio Baixada Dantas, no Município de Crato, onde, com o esforço e trabalho do beato e de seus romeiros, fizeram  com que a terra  prosperasse  e  produzisse cereais e  frutos.  Diferentemente, do que acontecia nas fazendas vizinhas, na comunidade, toda produção era, igualmente, dividida.
O beato tornou-se líder daquele povoado, e se dedicou à religião, à caridade e a servir ao proximo. Mesmo analfabeto, era ele quem dividia as tarefas e ensinava agricultura e medicina popular. Padre Cícero, sempre, enviava pessoas que precisavam de ajuda para trabalhar e obter sua fé. Após o surgimento da Sedição de Juazeiro ( Revolta ou Sedição do Juazeiro, foi um confronto ocorrido em 1914, na República Velha, entre as oligarquias cearense e o Governo Federal (Presidente Marechal Hermes da Fonseca), provocado pela interferência do poder central na política estadual nas primeiras décadas do sec. XX), por não ter participado da revolta, Zé Lourenço teve suas terras invadidas por jagunços e reconstruida, logo após o fim da revolta, pelos seus seguidores.
A Comunidade de Caldeirão de Santa Cruz do Deserto chamou a atenção por andar na  contramão do sistema injusto imposto pelos líderes regionais e pelo governo. Sobreviventes das injustiças sociais e das intempéries impostas pelo clima seco, os seguidores do beato José Lourenço conseguiram, por algum tempo, viver um regime pautado pela igualdade e fraternidade, o que desagradou  os latifundiários.
Acusados de praticar um comunismo primitivo, os moradores da comunidade relgiosa foram duramente perseguidos, pois não contavam mais com a proteção de Padre  Cícero,  falecido  desde 1934. Além do medo de que os  ideais comunistas se espalhassem pelo país, os grandes fazendeiros temiam que o exemplo de colaboração fosse seguido por outros grupos da região, podendo, assim, ameaçar a autoridade exercida por eles.
Em 1937, ano em que Getulio Vargas liderou um golpe que garantiu a sua permanência na presidencia da republica e instituiu uma severa ditadura no país, os moradores de Caldeirão de Santa Cruz do Deserto foram denunciados e acusados de praticarem o comunismo. Tropas do governo federal e da polícia militar do Estado do Ceará invadiram e bombardearam a localidade, deixando um saldo de milhares de mortos que apos o ocorrido foram enterrados em valas comunitárias.
O beato José Lourenço fugiu para Pernambuco, onde veio a falecer aos 74 anos, vítima da peste bubônica. Seu corpo foi levado para Juazeiro onde foi enterrado no cemitério do Socorro
Outros movimentos messianicos ocorridos no Brasil – Borboletas  Azuis (Campina Grande  – Pb) , Canudos (Sertão Baiano), Contestado ( divisa de Santa Cataria e Paraná), Muckers (Sapiranga-RS) , Monges do Pinheirinho (Provincia de Encantado-RS) e Monges Barbudos (Sobradinho-RS).

pt Português
X
Open chat