Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Prédio desaba em Nilópolis e deixa um morto e três feridos

Foto: Reprodução
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Um prédio desabou no início da manhã de domingo (24), no município de Nilópolis, na Baixada Fluminense, deixando uma pessoa morta e três feridos. Segundo a Defesa Civil do Estado, a estrutura veio abaixo pouco antes de 6h45, quando foram feitos os primeiros chamados para o Corpo de Bombeiros.

O prédio tinha três andares. O corpo de um homem foi localizado nos escombros e três vítimas feridas foram resgatadas e levadas para o Hospital Geral de Nova Iguaçu. As primeiras informações é que o prédio tinha três apartamentos.

Bombeiros dos quartéis de Nova Iguaçu, Nilópolis e Ricardo de Albuquerque foram deslocados para o local. Embora as primeiras informações deem conta de que só quatro pessoas residiam no imóvel, a varredura nos escombros continua com o auxílio de cães da corporação. O Corpo de Bombeiros encerrou as buscas por vítimas nesta segunda-feira (25).

Um homem morreu nos escombros e três pessoas foram retiradas com vida, levadas para o Hospital Geral de Nova Iguaçu. O governador do Rio, Cláudio Castro, se pronunciou após o acidente.

“Presto minha solidariedade às vítimas deste acidente. Determinei que a estrutura do estado esteja à disposição dos familiares destas quatro pessoas, principalmente aos parentes do homem que perdeu a vida no desabamento. Mais uma vez, o Corpo de Bombeiros se fez presente com um trabalho de excelência”, disse Castro.

As buscam foram encerradas depois que os cães do Corpo de Bombeiros inspecionaram a área. O secretário de Estado de Defesa Civil, coronel Leandro Monteiro, acompanhou a ação no local.

“O Corpo de Bombeiros só encerra os trabalhos quando são excluídas todas as possibilidades. Nossos cães fizeram uma varredura do local do desabamento para nos certificarmos de que não havia outras vítimas soterradas”, afirmou Monteiro.

Equipes da Secretaria de Estado de Assistência à Vítima também foram ao local do desabamento e se deslocaram ao hospital para onde as vítimas foram levadas, a fim de prestar auxílio aos parentes. A Subsecretaria de Assistência Social, da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, entrou em contato com a prefeitura de Nilópolis para colocar a estrutura à disposição para ajudar às vítimas do desabamento.

 

pt Português
X
Open chat