Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Prefeitura de Niterói vai disponibilizar absorventes higiênicos para mulheres em situação de vulnerabilidade

Prefeitura de Niterói vai distribuir absorventes higiênicos
Foto Freepick
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

A Prefeitura de Niterói já está tomando medidas para solucionar o problema da pobreza menstrual, disponibilizando absorventes higiênicos para mulheres em situações de vulnerabilidade. Para que o item, que é indispensável para higiene íntima da mulher possa ser distribuído nos Médico de Família, em unidades de Educação de Jovens e Adultos (EJA) e nas escolas da rede que integram o 3º e 4º ciclos, entre outros locais, a Prefeitura enviou a Câmara de Vereadores uma mensagem executiva.

A coordenadora de Políticas e Direitos das Mulheres, Fernanda Sixel, diz que mulheres nessa situação precária precisam ter à dignidade de volta. “A menstruação é um processo natural da vida das mulheres e não deve ser motivo de vergonha ou impedimento para realizar qualquer atividade. Por vulnerabilidade econômica, muitas meninas e mulheres perdem sua Dignidade Menstrual, que é o acesso às informações, às condições de higiene e aos produtos de higiene pessoal. Os dados revelam que cerca de 29% das mulheres já passaram por dificuldades financeiras para a compra dos absorventes, assim como o estudo da Unicef revelou que 4 milhões de meninas deixaram de ir à escola durante o período menstrual, causando prejuízos para seu processo educativo”, explicou Fernanda.

De acordo com pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a média de idade da menstruação nas mulheres brasileiras é de 13 anos e quase 90% tem menarca (primeira menstruação) na faixa entre 11 e 15 anos de idade.

 

pt Português
X
Open chat