Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Você já ouviu falar de open banking?

Foto Divulgação
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Hoje venho conversar com você sobre o open banking, uma tecnologia que está começando a ser implantada no sistema bancário nacional. Já ouviu falar sobre ele?

Mas, afinal, como esse sistema funcionará e quais os impactos para os clientes?

Essa é a dúvida de muitas pessoas. Também é a sua?

A ideia do open banking ou sistema financeiro aberto é integrar as informações entre as instituições financeiras — como bancos, fintechs e corretoras — de modo a compartilhar os dados dos clientes.

Em um primeiro momento, esse movimento pode trazer preocupação. Mas tudo será feito com segurança e com o total consentimento do correntista. Vamos explicar!

Com o open banking, o intuito é que você possa carregar com você seus dados financeiros para qualquer instituição.

Assim, quem mantém um bom relacionamento com determinado banco pode levar esse histórico na hora de pedir crédito em outra instituição.

É, portanto, o fim de tanta burocracia para ter acesso a produtos e serviços, porque o cliente passa a ter autonomia acerca dos seus dados. Já pensou como seria mais simples o seu dia a dia?

O open banking permite o compartilhamento dos dados dos clientes com o uso da tecnologia API. Esse é um sistema seguro, pelo qual as plataformas das instituições financeiras conversam entre si.

Outro dado importante é que os bancos e instituições maiores são obrigados a participar do open banking. Já para as instituições de porte menor, a participação é facultativa.

A programação do Banco Central é que, até 15 de dezembro de 2021, o open banking esteja totalmente implementado no Brasil.

Mas quais as vantagens para os clientes? Confira as principais:

  • integração, em uma única plataforma, de opções de serviços e produtos de diferentes instituições do mercado financeiro;
  • autonomia do correntista, que pode carregar seu histórico de uma instituição para outra;
  • aumento da competição entre as instituições, que terão que oferecer serviços, produtos e taxas com melhores condições.

Gostou de acompanhar como será o open banking? Se tiver alguma dúvida quanto a essa nova tecnologia, é só entrar em contato conosco!

Estamos à disposição!

Bjocas Carinhosas

Janaina

pt Português
X
Open chat