Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

2 assuntos agitaram os americanos essa semana: Inflação e a aprovação do orçamento de U$ 1.2 trilhão de dólares

Foto: Mark Makela/ Reuters
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Se por um lado a administração do presidente Joe Biden está comemorando a aprovação da lei que libera o orçamento de 1.2 trilhão de dólares para reformas e infraestrutura, do outro lado os americanos estão surpresos e assustados com o aumento dos preços de produtos e serviços em todos os setores. De acordo com dados divulgados pelo Departamento de Estatísticas dos EUA recentemente, de Outubro de 2020 a Outubro de 2021, a inflação americana atingiu 6.2%. Valor mais alto atingido em 30 anos!

Houve um aumento considerável nos custos com moradia, alimentação, combustíveis, energia e locomoção. Especialistas especulam que a inflação vem subindo à medida que a economia se recupera dos efeitos da pandemia de covid-19, o aumento do consumo da população e os problemas que persistem nas cadeias de abastecimento que afetam o fluxo normal de produtos em nível mundial. Outro fator impactante é o aumento do valor da energia e combustíveis, fator esse que afeta diretamente no aumento dos preços de outros produtos e serviços.

Outra coisa que tem contribuído para o aumento da inflação americana é a escassez de mão de obra, situação que tem feito subir os salários em alguns setores da economia, levando empresários a repassar a alta do custo para os produtos comercializados.

Mas voltando ao outro assunto mais comentado da semana, com a aprovação do orçamento de 1.2 trilhão de dólares, este acordo, aprovado pelos dois partidos americanos, de infraestrutura reconstruirá as estradas, pontes e trilhos da América, ampliará o acesso à água potável, garantirá que todos os americanos tenham acesso à Internet de alta velocidade, enfrentará a crise climática, promoverá a justiça ambiental e investirá em comunidades que muitas vezes foram abandonadas atrás.

Segundo informações da Casa Branca, a legislação ajudará a aliviar as pressões inflacionárias e fortalecer as cadeias de abastecimento, fazendo melhorias há muito tempo necessárias para os portos, aeroportos, ferrovias e estradas de todo o país. Isso impulsionará a criação de empregos sindicais bem remunerados e fará a economia crescer de forma sustentável e equitativa, de modo que todos tenham um bom desempenho nas próximas décadas.

E com esse dinheiro injetado nas reformas estruturais do país, os líderes do governo esperam também combater o aumento da inflação, gerar mais empregos e impulsionar a economia.

pt Português
X
Open chat