Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Arcane: “É apenas um joguinho”

Foto: Divulgação/Riot Games
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Na semana da edição passada falei sobre o lançamento da nova série Netflix em parceria com a Riot Games, denominada Arcane. A série fez sucesso entre o público e acabou surpreendendo a própria empresa de streaming.

Após a sua estreia no último sábado (06), Arcane seguiu batendo recordes, e se tornou a produção original Netflix mais bem avaliada, recebendo a nota de 9.4, no mais renomado site que engloba
todos os filmes e séries que já foram lançados, o IMDb, passando a “A Fabrica de Kota” que recebeu 9.2 e “Black Mirror” com a nota de 8,9.

Arcane também teve a maior estreia mundial em 38 países, superando
o Round 6 e na China aonde o jogo tem bastante força, chegando a bater 130 milhões de visualizações, não a de se negar o sucesso que está fazendo.

Série animada baseada no universo do jogo League of Legends, recebeu 15 mil avaliações e superou outras séries renomadas,
isso tudo apenas tendo lançado três episódios que está dividido em
primeiro ato, segundo ato e terceiro ato.

O esporte eletrônico nunca esteve tanto em seu auge, onde em um mundo que trás oportunidades e empregos para o público.

Mesmo em 2021, o preconceito com os jogos se classificar como esporte, ainda é muito comum, pois as pessoas mais velhas não olham como algo positivo, apenas como um hobbie e talvez pense como perda de tempo, porém hoje em dia, o Esports está crescendo e demonstrando sua importância.

Um jogo como League of Legends e o lançamento de Arcane é uma prova que está crescendo.

pt Português
X
Open chat