Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Atleta do Fla celebra o hexa no Sul-Americano Júnior de nado artístico

Foto: Divulgação
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Desde abril que Jullia Catharino vinha treinando com o foco no Sul-Americano de nado artístico. E, no último final de semana, em Lima, no Peru, a atleta do Flamengo colheu os frutos de tanta dedicação e talento: conquistou o hexacampeonato, ao faturar o ouro por equipe e no dueto, além da prata no solo. De quebra, como em 2019, obteve a maior pontuação geral do campeonato, que reuniu 8 países e quase 100 atletas.

Ter, enfim, disputado uma competição presencial significou uma vitória a mais para Jullia:

Nesse meio tempo (desde abril), tivemos diversas competições canceladas, como o Mundial Júnior, por isso participamos on-line de outras competições, como o Pan-Americano em Aruba e o US Open. Na verdade, essa estreia presencial estava sendo muito esperada por nós – festejou a hexacampeã, de 19 anos.

Embora já esteja acostumada a conquistar o ouro na competição, Jullia garante que foi impossível segurar as lágrimas:

Com toda certeza, a emoção ao ouvir o hino nacional do lugar mais alto do pódio não muda! Me emocionei todas as vezes, pois é muito especial – continua a atleta do Flamengo, cujo próximo torneio será o Pan-Americano de Cali, na Colômbia, de 2 a 4 de dezembro.

Saímos do Sul-Americano com a certeza de que estamos no caminho certo e isso nos dará mais segurança para os próximos objetivos – aposta.

Foi inspirada na irmã, Rafaella, que Jullia começou no nado, aos 5 anos. Sete anos depois, já passou a integrar a seleção brasileira juvenil. Desde os 16 anos, a nadadora se reveza entre a seleção adulta e a júnior.

Foto: Divulgação
Gratidão ao CEL

De 2014 a 2020, Jullia conciliava os treinos e competições com as aulas no CEL Intercultural School:

O CEL sempre foi muito mais do que um colégio para mim, ele foi o meu verdadeiro porto seguro com tanto carinho, atenção e reconhecimento. Sou muito grata a todos que fizeram parte disso, minhas conquistas com certeza não seriam possíveis sem eles. Sempre participei de muitas viagens e competições, além dos treinos que muitas vezes duravam um dia inteiro. O CEL sempre me deu todo o apoio e suporte para que eu alcançasse todos os meus objetivos dentro e fora das piscinas – agradece.

Atualmente, Jullia concilia os treinos e competições com os trabalhos como modelo:

Gosto muito das duas áreas, em certos momentos elas se completam e sou muito feliz. Sempre tento conciliar os horários e encaixar meus trabalhos como modelo nos meus horários vagos, intervalos de treino e folgas.

Em seu sexto ano como atleta do Flamengo, a nadadora artística guarda inúmeros momentos marcantes pelo clube. Como uma homenagem, em pleno Maracanã, em 2018.

Foi emocionante! Foi a minha primeira ida ao Maracanã, com certeza inesquecível. Fiquei muito feliz e grata de ter sido escolhida para receber essa homenagem.
E dá para descrever a emoção de ser atleta do Flamengo?

O Flamengo sem dúvidas é o melhor clube do País, uma estrutura impecável, com tudo que o atleta de alto rendimento precisa. Só tenho a agradecer por tudo.

pt Português
X
Open chat