Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Oficina de brinquedo, esquete teatral e bate-papo com a escritora Angélica Paes

Foto: Divulgação
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

O projeto Encontros Culturais do Ecomuseu de Santa Cruz vai promover uma tarde de atividades educativas e culturais para as crianças assistidas pela ONG Criar e Transformar, de Paciência. Na próxima sexta-feira, dia 5 de novembro, a partir das 15h, a escritora Angélica Paes vai ministrar a oficina de construção de brinquedos “Sonhos, brincando com Barangandã” e apresentar o esquete teatral “O sonho de uma dançarina da periferia”, seguido de bate-papo com a autora.

Na oficina, as crianças vão construir seu próprio barangandã com papel crepom, folhas de jornal, barbante e muita criatividade. Ao ser girado, esse brinquedo típico de Minas Gerais lembra um arco-íris – explica a Angélica Paes.

ONG Criar e Transformar

A Associação Criar e Transformar realiza atividades sem finalidade lucrativa no campo da Cultura, Educação e Assistência social, especificamente com ações de fortalecimento de vínculos entre pessoas em estado de vulnerabilidade socioeconômica, mulheres, crianças e adolescentes de Paciência e Santa Cruz.

Encontros Culturais

O projeto Encontros Culturais do Ecomuseu de Santa Cruz é um projeto de arte-educação que há quatro anos leva atividades culturais e educacionais, gratuitas, para jovens e crianças do bairro e do entorno, na extrema Zona Oeste do Rio. A produção é da Romano Produções, com curadoria de Gisele Lopes. Com mais esta edição, o projeto reforça seu compromisso de oferecer programação cultural de qualidade aos moradores da região, incentivando a participação e o protagonismo de artistas locais. Entre outubro e dezembro, outras seis atividades culturais estão programadas, duas por mês, todas gratuitas.

Há poucos equipamentos culturais em Santa Cruz. Com os Encontros Culturais do Ecomuseu, queremos ver a arte, a cultura e o conhecimento circularem pela região – explica Gisele Lopes, curadora do projeto.

O Ecomuseu do Quarteirão Cultural do Matadouro de Santa Cruz é um espaço de conhecimento. Por ser um dos territórios de ocupação mais antigos da cidade, o bairro de Santa Cruz possui um patrimônio histórico e cultural muito relevante. Realizar essa intervenção cultural no bairro é uma maneira de preservar e divulgar sua história e também de valorizar as comunidade e os artistas locais – completa

pt Português
X
Open chat