Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Ano Novo, Novos Hábitos

Foto: Pixabay
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Pandemia desperta preocupação com meio ambiente e aumenta pesquisas por conscientização

Especialista lista principais mudança de comportamento que ajudam a preservar o planeta.

Entra ano, sai ano, as promessas estão sempre presentes nesse período de passagem, é um ritual pessoal que faz parte da nossa cultura brasileira. Após quase 18 meses de pandemia, e com a vida voltando à rotina, essa virada de ano terá como foco principal a conscientização dos nossos comportamentos e como afetamos o mundo onde vivemos.

Consumo desenfreado, agravantes das mudanças climáticas, falta de água, aumento do descarte indevido de eletrônicos, incêndios florestais, 2021 foi um ano marcado com muitos problemas relacionados ao nosso meio ambiente. E, sem o devido controle, logo mais não teremos mais como reverter a degradação do nosso planeta. “Temos que pensar no mundo que queremos deixar para nossos filhos, netos e futuras gerações. Estamos esgotando os nossos recursos naturais, sem pensar no que virá pela frente”, lamenta Rafael Zarvos, especialista em Gestão de Resíduos Sólidos e fundador da Oceano Resíduos.

Para Zarvos, a hora de mudar é agora. Se antes tínhamos tempo para pequenas alterações no nosso dia a dia, que poderiam diminuir o impacto negativo, neste atual cenário é necessário ser mais energético e, realmente, fazer a diferença. Seguindo esse pensamento, o especialista listou dicas para por em prática o quanto antes e fazer de 2022 um ano mais responsável pelas nossas ações para com o meio ambiente.

Reduzir o consumo de energia

O uso consciente dos recursos em geral, e especialmente da energia elétrica, é essencial para reduzir o impacto do ser humano no meio ambiente, reduzindo a emissão de CO2 e, ainda, economiza dinheiro. São ações fáceis e cotidianas, como criar o hábito de apagar luzes ao sair de um cômodo ou priorizar o uso de lâmpadas de LED (menor consumo e duram mais tempo), acumular mais roupas para usar na máquina de lavar, entre outras.

Separação do lixo corretamente

Separar os resíduos em nossas casas em recicláveis, orgânicos e rejeitos são medidas simples, fáceis e efetivas para diminuir a quantidade de resíduo depositada em aterros sanitários e consequentemente a redução dos gases de efeito estufa como o CO2 e o metano. Além disto, ao mandarmos para reciclagem, estamos deixando de extrair os recursos naturais e mais uma vez, diminuindo a emissão de dióxido de carbono na atmosfera.

Reduzir emissão de gases de efeito estufa

Um relatório recente da Organização das Nações Unidas (ONU) sugeriu que as reduções das emissões de metano e carbono são contribuições importantes para combater a emergência climática. “A compostagem é melhor ferramenta para o cidadão contribuir com a redução do metano. Comece o ano compostando.”

 Alimentação orgânica

Alimentação, um dos hábitos essenciais do ser humano, também pode ser um veículo de mudança para tornar o mundo melhor. Ao optar por alimentos orgânicos – livres de hormônios, agrotóxicos e outros produtos químicos – o sujeito respeita o ciclo de vida dos animais e meio ambiente, evitando contaminação do solo, água, vegetação, além de contribuir para maior absorção do gás carbônico pela atmosfera.

pt Português
X