Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Cada macaco no seu galho 2

Foto: Reprodução
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Recebi comentários sobre este artigo na Edição 120, abaixo esclareço que o objetivo desta matéria foi unicamente em defesa e destaque a importância da Ciência Natural.

Os investimentos em ciências, tecnologia e matemática impulsam a humanidade. O Brasil hoje ocupa um posto expressivo; na aviação com a Embraer, no agronegócio, TI e outros. Esses investimentos fluem de um eleitorado com conhecimento cientifico, esclarecidos, que conhecem e entendem o valor da educação, da exploração e da descoberta. Sem isso, hoje estaríamos vivendo em cavernas.

Ilustrado com a complexidade pandêmica atual, citada no artigo anterior, todos os fabricantes de vacinas atestam, nas suas respectivas bulas, ser um experimento vacinal. Exemplo; uma delas alega formar uma proteína que reage através do vetor do RNA mensageiro alterando a árvore genética na composição da base nitrogenada que pareadas com a Citosina, Adenina, Timina dão as características humanas. Isso nunca foi testado antes. Agora, saberemos o resultado pelos filhos.

A OMS já admitiu, em inúmeras vezes, decisões controversas sobre assintomáticos, eficácia, quem são mais suscetíveis ou transmissíveis e medidas sanitárias. Atualmente atestam que as pessoas têm “falsa sensação de segurança”. Isso “não significa que este experimento vacinal é nocivo aos humanos”, mas infelizmente ainda não há conclusões solidas científicas quanto à eficácia e as seguranças sobre o SARS-CoV-2.

Não afirmo que este experimento é eficaz, ou não. Se é seguro, ou não. O que afirmo é que profissionais desequilibrados de outras áreas, diferente da saúde, querem instruir, sem autoridade, a toda uma população sobre o que devem fazer através de uma política sanitária desorientada.

Recentemente, no Senado uma Comissão Parlamentar, onde, do presidente, relator a alguns parlamentares executaram um massacre, um espetáculo de insensatez e atrocidade contra estudiosos renomados na área da saúde, que dedicam a vida estudando para que você e seus entes amados tenham opção de tratamento. A inutilidade desses Parlamentares com noções, em Ciências, próximas do zero exibiram o seu notável desconhecer dos fatos. Irresponsáveis por sair fora do objeto desta Comissão tiveram o despautério na tentativa de demonizar estes profissionais.

A informação de casos adversos vacinal pode ser encontrada em várias fontes de autoridades médicas como; na Targets of T Cell, Karl Friston cientista britânico, Michael Levitt Prêmio Nobel de Stanford, Scott Atlas da Hoover, Dra. Claudia Thompson em Genética e Bioinformática, Dr. Vladimir Z. Zelenko, sites internacionais com informação científica e técnica, como; NEJM, NIH, PubMed, NCBI, Scielosp, Lilacs, Redalyc, Scopus, dentre outras.

pt Português
X
Open chat