Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Encarregado de negócios da Ucrânia no Brasil Sr. Anatoliy Tkach concedeu entrevista coletiva a jornalistas

Foto: Reprodução
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Por Arthur Almeida

Terminou há pouco a entrevista coletiva do encarregado de negócios da Ucrânia no Brasil, senhor Anatoliy Tikach, na qual o Jornal DR1 esteve presente.

O principal assunto da coletiva não poderia ser outro, ou seja, a expectativa do governo ucraniano quanto ao posicionamento do Brasil na Assembleia Geral das Nações Unidas e possíveis sanções que possam ser aplicadas ao governo de Vladimir Putin, tanto pelo governo brasileiro, quanto pelas outras nações integrantes da ONU e dos países que fazem parte da OTAN.

Tikach frisou que somente com apoio de outras nações a Ucrânia conseguirá resistir à invasão russa, seja apoio financeiro, militar ou embargos e sanções mais pesadas à Rússia, que obrigue o presidente Vladimir Putin a recuar seus exércitos.

Entretanto, antes dos questionamentos dos jornalistas quanto ao que o governo ucraniano espera do Brasil e do posicionamento do nosso governo, Anatoliy Tikach foi taxativo em relação aos verdadeiros objetivos da Rússia nas ações que culminaram com a invasão do território Ucrâniano. O encarregado frisou que a intenção do Kremlin é acabar com o Estado ucraniano e por isso tentam tomar a capital Kiev.

Além disso, Tikach citou os problemas que a movimentação dos militares russos, principalmente dos blindados, estão causando nos arredores da Usina de Chernobyl. A poeira levantada pelo excessivo número de tanques na localidade tem aumentado o nível de radiação e acendeu o alerta de perigo não só na Ucrânia, mas em boa parte do continente europeu.

O encarregado ainda informou que além do conflito bélico, da destruição de moradias civis e alvos militares dos russos, a guerra cibernética continua massacrando os dados digitais de toda a Ucrânia. Entre os feridos no conflito há grande quantidade de crianças. A Ucrânia necessita de ajuda para que as violações de direitos humanos por parte da Rússia sejam cessadas em seu território e contra o povo ucraniano.

pt Português
X
Open chat