Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Centro Médico e Estético NTT realiza palestra sobre os direitos dos pacientes renais crônicos

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

O Dia Mundial do Rim foi celebrado na última quinta-feira (10). No último sábado (12), foi realizado consulta e palestra sobre ‘os direitos dos pacientes renais crônicos’, no Centro Médico e Estético NTT, em Nova Iguaçu.

A ação teve com objetivo, abordar o tema de forma ampla, informar sobre a prevenção e cuidados, assim como os diretos dos pacientes.

O evento contou com palestra e atendimento da neuropsicologia, nefropsicologia Drª Neiva Taveira, da nefrologista Drª Betty Carvalho, o jornalista David Antunes, e assistente social do Hospital de Bonsucesso Drª Márcia Cristina Vasconcellos.

A nefrologista, doutora Beth Carvalho concursada do Hospital do Fundão, contou sobre a importância do cuidado com alimentação, e a prevenção sobre a doença renal.

“A doença renal é uma doença silenciosa. Por isso, é importante a atenção aos sinais. O organismo se adapta à coisas sutis, então, é difícil o paciente observar os sintomas. E é importante realiza o exame preventivo, nos exames de rotina. A fase renal é dividido em cinco fases, do um ao quatro são sintomas silenciosos, no último estágio os sintomas são mais visíveis” explicou a nefrologista.

“Grandes chefes internacionais estão indo as escolas para aconselhar sobre alimentação às crianças. Água sempre será o melhor líquido para as crianças, sucos em pó com o passar do tempo irão gerar problemas para as crianças ao crescer. Quanto mais água pudermos tomar, será melhor”, contou a Dr Beth Carvalho

“Para todas as idades, o importante é evitar embutidos, enlatados, assim é evitado a evolução de doenças com o passar dos anos, como diabetes, hipertensão, entre outros”, afirmou a nefrologista.

Assistente social Glória Lima esteve presente na palestra e pontuou sobre os direitos dos pacientes renais crônicos.  A assistente social também contou sobre as orientações necessárias.

“Vale ressaltar que cada caso é um caso, e todos devem ser avaliados. É importante conscientizarmos os pacientes”, contou.


Segundo a assistente social, os pacientes tem direito ao tratamento gratuito, tratamento domiciliar, transporte gratuito pela secretaria de saúde do seu município de moradia e gratuidade do medicamento de alto complexidade, de acordo com a exigência de critérios apresentados nos exames.

Assim como, os direitos previdenciários: aposentadoria por invalidez; auxílio doença (de acordo com o quadro clínico do paciente); aquisição do BPC (benefício de prestação continuada renda per capta menor de 1/4 do salário mínimo) e majoração 25%.

A assistente social, Glória Lima também pontuou sobre os direitos civis dos pacientes renais crônicos: direito à transplante; passe livre intermunicipal; passe livre interestadual, isenção IPI e IOF (imposto sobre operações financeiras) compra de carro zero; carteira portador de necessidade especial; isenção IPTU; isenção Imposto de Renda e retirada do Fundo de Garantia.

O diretor do centro médico Dr Aroldo Costa declarou sobre a ação realizada.

“Hoje, realizamos esse evento grandioso aqui onde reunimos diversas áreas para debatermos sobre esse assunto de grande importância na sociedade”, explicou.

“Assim que me aposentei, decidi trazer para o centro médico, as palestras e congressos de conscientização sobre as doenças. Nesse evento, reunimos inúmeros profissionais para levar informações a todos”, afirmou a DrªNeiva Taveira.

A CEO do jornal DR1 Ana Cristina Campelo esteve presente no evento. Assim como, o diretor de redação Carlos Augusto Aguiar, o colaborador pastor David Antunes, o colaborador Victor Chimmento e a jornalista Aisha Raquel.


pt Português
X
Open chat