Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Conheça os sintomas depressivos na terceira idade

Foto: Pixabay
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a depressão é uma patologia que pode ser classificada como um transtorno de humor, que atualmente atinge cerca de 13% da população entre os 60 e 64 anos. Isso porque nessa fase da vida, muitos motivos podem causar sensações de solidão e incapacidade.

De acordo com a Ana Clara Carvalho, psicóloga da Said Rio, empresa de cuidadores de idosos, é preciso ficar de olho em alguns sintomas que podem dar indícios de que o idoso está vivenciando o início de um processo depressivo e, assim, utilizar formas de prevenir e tratar a doença na terceira idade.

“Sintomas como alterações no comportamento alimentar, exemplo perda ou excesso de apetite, alterações no hábito de sono, podendo ser o excesso de sono ou insônia, estado de humor que aponte uma tristeza profunda, perda de interesse em atividades que anteriormente eram prazerosas, desânimo, falta de energia e vigor, são alertas para uma possível depressão”, conta a especialista.
Nesses casos algumas atitudes podem prevenir que essa doença entre para um estágio mais grave. O incentivo à prática de atividades físicas, hábito alimentar saudável, convívio com familiares e amigos, prática de atividades lúdicas e recreativas, são algumas formas de ajudar o idoso nessas situações e podem ser usadas até mesmo como prevenção nesse público.
“É importante que a família seja participativa nessa fase da vida do idoso, sendo presente, realizando passeios, mostrando interesse em conversas cotidianas e prestando atenção no que essa pessoa está tentando mostrar, pois muitas vezes, os gestos dizem mais do que as palavras. Assim, é possível prevenir doenças psicológicas e ainda proporcionar uma melhor qualidade de vida”, finaliza Ana Clara.

pt Português
X
Open chat