Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Formigas doceiras podem trazer riscos à saúde, causando infecção alimentar e até tuberculose

Foto: Cadu Fernandes
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Um perigo que entra silenciosamente em casa e pode se transformar num grande risco à saúde. A formigas doceiras, comuns em quase todos os ambientes domésticos, podem trazer mais fungos, bactérias e vírus do que muitos outros insetos e pragas.

Segundo dados publicados na Revista Saúde e Biologia, esses pequenos invasores saem de lugares sujos, com fezes, lixo, feridas e animais em decomposição. Para o coordenador da Cipa Síndica, Bruno Gouveia, é preciso estar atento ao acondicionamento de restos de comida e vedar frestas de pisos e azulejos.

– Esse é um problema que pode afetar a saúde dos moradores e do corpo funcional dos condomínios. As formigas podem causar gripes, tuberculoses, diarreia, infecção alimentar e uma série de outras doenças. É precisa estar bem atento a proliferação delas dentro de casa e nas áreas comuns dos edifícios — explica Gouveia.

Segundo o coordenador da Cipa, é preciso contratar uma empresa profissional especializa em dedetização. Em geral, a proteção dura três meses e dever ser renovada periodicamente.

– Os moradores devem, de qualquer forma, evitar sempre excesso de água e restos de alimento soltos, pois atraem as formigas. A vedação das frestas também ajuda a conter o acesso desses insetos aos aposentos da casa — aponta Gouveia.

pt Português
X
Open chat