Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Taça das Favelas ganha casa própria e lançamento da Pedra Fundamental terá presença do senador e ex-atacante Romário

Fotos: Reproduções
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Em comemoração aos seus 11 anos de existência, a Taça das Favelas ganha a sua primeira sede. Nesta sexta-feira, dia 11 de março, a Central Única das Favelas (CUFA) lança a Pedra Fundamental, que representa o início das obras do estádio que será o Centro Desportivo Taça das Favelas Realengo, no Rio de Janeiro, lugar que recebeu diversos jogos do maior campeonato de futebol entre favelas do mundo. O projeto é uma parceria da CUFA com a Secretaria de Esportes e Lazer do estado do Rio de Janeiro e o Realengo Futebol Clube.

O evento de lançamento contará com a presença do herói do tetracampeonato mundial de 1994, Romário, que é “cria” da Favela do Jacarezinho. Além do Gênio da Grande Área, outros grandes nomes do futebol estarão presentes, como Ricardo Rocha, ex-zagueiro que também participou da Copa de 94, e Athirson, ex-lateral, ídolo do Flamengo, que também jogou no Botafogo.

“A Taça das Favelas sempre foi muito mais que um campeonato de futebol, é transformação de realidades. O legado do torneio é imenso, já revelou grandes talentos para o futebol brasileiro, e impactou a vida de outros tantos jovens. Depois de tanto tempo e ter construído tanto, nada mais justo do que ter uma casa para chamar de sua”, disse Celso Athayde, idealizador da Taça das Favelas.

O secretário estadual de esporte, Gutemberg Fonseca, aproveitou para relembrar seus tempos de arbítrio, onde apitou alguns jogos na competição.

“Já tive a oportunidade de apitar alguns jogos na Taça das Favelas e sei da responsabilidade que temos de promover o esporte nessas comunidades. Quando esses jovens têm a oportunidade de participar de uma competição como essa, é, sem dúvida alguma, um momento marcante na vida de cada um deles. Seguimos em frente, firmes, no nosso propósito de promover acessibilidade e inclusão através do esporte”, disse Gutemberg.

A expectativa é que as obras do Centro Desportivo Taça das Favelas, que contará com um campo para que as partidas do torneio sejam disputadas, fiquem prontas em seis meses.

“Esta parceria é parte de um sonho. Estamos aqui há anos e a Taça das Favelas nasceu aqui, então transformar esse espaço no alçapão da Taça será a nossa realização e também do entorno” comemora Marcio Medeiros,Antonio Esteves diretores do Realengo Futebol Clube.

Sobre a Taça das Favelas

A Taça das Favelas é o maior campeonato de futebol entre favelas do mundo. Criada e realizada pela CUFA e produzida pela InFavela, a Taça foi disputada pela primeira vez no Rio de Janeiro em 2011, e depois se expandiu por vários estados ao longo desse período. Tendo o seu ápice no dia 1º de junho com as finais da Taça das Favelas São Paulo, onde aproximadamente 40 mil pessoas assistiram aos jogos no Pacaembu, que tiveram transmissão ao vivo em TV aberta. Além do futebol, a organização da Taça das Favelas se preocupa com a formação educacional e social dos técnicos e jogadores, e oferece a eles workshops que vão desde educação financeira a cuidados com alimentação. Em 2020, a Taça expandiu seus horizontes e entrou no mercado de e-sports, em parceria com a Garena, lançando a Taça das Favelas Free Fire.

Serviço
Lançamento da Pedra Fundamental da Taça das Favelas
Data: 11 de março (sexta-feira)
Local: Campo do Realengo
Horário: 10h
Endereço: Estrada São Pedro de Alcântara, 4520 – Realengo, Rio de Janeiro

pt Português
X
Open chat