Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Tratado internacional contra o plástico

Foto: Troy Mayne/WWF
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Na última quarta-feira, dia 02 de março, as Nações Unidas adotaram uma resolução histórica para tentar conter o crescente problema do plástico no mundo. A resolução apresenta um plano ambicioso para desenvolver um tratado Internacional para “acabar com a poluição plástica”. Será criado um comitê de negociação intergovernamental para divulgar detalhes de um tratado até o final de 2024.

Caberá ao Comitê discutir a regulamentação de todas as fases do ciclo de vida do plástico, passando pelo design até o gerenciamento de resíduo.

Anualmente o mundo produz aproximadamente 400 milhões de toneladas de plástico por ano, dos quais 8 milhões de toneladas por ano costumam ir parar nos oceanos. Sendo que entre 1950 e 2017, foram, produzidos 9 bilhões de toneladas de plástico no mundo  e apenas 9% deles foram reciclados.

A tratativa chega em um momento em que cresce as preocupações com os detritos plásticos marinhos e o impacto dos microplásticos. 

Para que você leitor tenha uma ideia do quanto geramos, nos EUA, o maior poluidor de plásticos do mundo, um americano gera em média 287 quilos de plástico por ano. 

Neste ranking de poluidores, o Brasil fica em quarto lugar, com uma geração média de 11 milhões de toneladas por ano de plástico. 

Os plásticos são populares, baratos, duráveis, leves e de fácil modelagem, o que os torna ideal para diversos produtos industriais e itens do cotidiano como embalagem para alimentos, por exemplo. 

Por conta de suas características, se degradam lentamente, transformando-se nos perigosos microplásticos, uma ameaça à vida marinha e às aves. A estimativa é que em 2050 os oceanos tenham mais plásticos do que peixe. 

Infelizmente os sistemas atuais de reciclagem não conseguem lidar com este volume todo de resíduos plásticos

Passar de Resolução das Nações Unidas para Tratado Internacional não será fácil. Mas o primeiro passo foi dado.

pt Português
X
Open chat