Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Bando Cultural Favelados realizou espetáculo Paixão de Cristo

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

O Bando Cultural Favelados realizou na sexta-feira Santa, o espetáculo Paixão de Cristo, no Morro Azul, localizado no Flamengo. Os atores da companhia levaram muita emoção e entretimento aos moradores locais.

O Bando Cultural Favelados é uma associação de artistas criado por R. Castelo Branco que desenvolve um trabalho social com artistas anônimos de vários locais.

A atriz Marília Moura que interpretou Maria, contou sobre sentimento ao realizar o personagem.

“É uma grande honra interpretar Maria, me senti totalmente no personagem. Várias vezes durante o espetáculo, eu me emocionei, são sentimentos que ficam dentro da gente”, contou a atriz.

O ator Joelson Barcellos que interpretou Jesus, declarou sobre a importãncia do papel.

“Foi muito emocionante ter desenvolvido esse papel que tem grande significado. Tive apenas três dias pra decorar o texto e realizar o ensaio, foi bem desafiador. Mas, estou muito feliz e grato. Agradeço imensamente a Deus por ter me dado esse papel!”, disse o ator.

Os moradores do Morro Azul, Aparecida Martins e Ricardo da Conceição contaram sobre o sentimento ao realizar o espetáculo na comunidade em que residem.

“Estou muito emocionado, é a primeira vez que realizo um espetáculo e foi uma experiência incrível. Só tenho a agradecer!”, afirmou o ator.

“Estou muito lisonjeada. É a primeira vez que particio de um espetáculo e realizar aqui, onde moro há 37 anos, me deixa ainda mais feliz”, disse a atriz.

Os diretores Castelo e Sandra Paz contaram sobre a importância do Bando Cultural Favelados.

“O propósito do Bando é destinar arte, principalmente para a favela e a periferia. Cultura vem de cultivar e favela vem de planta, então unimos tudo isso para semear a arte nos lugares em que passamos. A nossa ideia é transformar pessoas através da arte. E esse espetáculo tem o objetivo de transmitir a paz, amor, carinho e vida, lincando a favela com o asfalto”, afirmou o diretor Castelo.

“O Bando Cultural quer levar a arte para todas as comunidades, e já estamos no processso para conhecer outros locais. E costumamos dizer que o bando é só amor, nós agregamos a todos”, contou a diretora Sandra Paz.

O diretor do Sindicato dos Artistas, Paulo Martinelle contou sobre a importância do SATED -RJ na vida dos atores.

“O sindicato dos artistas vai ao encontro tanto dos artistas da nova geração quanto dos mais antigos, e realizamos toda assessoria para capacitar essas pessoas para todo o processo. Agradecemos por elenco que participou porque é difícil fazer arte, e com pouco tempo de ensaio, os artistas conseguiram realizar todo espetáculo. Estou muito feliz e lisonjeado por estar aqui”, contou o diretor do Sindicato dos Artistas.

A CEO do Jornal DR1 Ana Cristina Campelo esteve presente no evento. Assim como, o diretor de redação Carlos Augusto Aguiar e o colunista David Antunes.

“É com muita alegria que o jornal DR1 está aqui hoje. Fiquei muito emocionada ao ver a entrega, o conteúdo de todos. E espero que vocês possam contar com o jornal para incentivo, divulgações e apoio”, afirmou a CEO do Jornal DR1 Ana Cristina Campelo.

pt Português
X
Open chat