Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Clínicas credenciadas no Detran do Rio vão aceitar planos de saúde

Foto: Tãnia Rego/Agência Brasil
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

As clínicas médicas credenciadas junto ao Departamento de Trânsito do Estado do Rio de Janeiro (Detran-RJ) terão que aceitar pelo menos três planos de saúde. A determinação está na Lei 9.623/22, promulgada esta semana.

“Fica determinado que o Departamento de Trânsito do Estado do Rio de Janeiro inclua entre as exigências para o credenciamento das clínicas responsáveis pela realização dos exames médicos solicitados pelo órgão, que as mesmas possuam convênio com ao menos três operadoras de planos de saúde”, diz o texto da lei.

O autor do projeto, deputado Luiz Paulo, lembrou que já há uma reserva de mercado para as clínicas credenciadas.

“Sendo assim, nada mais justo que tais clínicas passem a aceitar planos de saúde. Não faz sentido que o cidadão que já paga por um plano tenha que desembolsar mais uma taxa para realizar exames obrigatórios. É um monopólio injustificável”, explicou.

O Detran-RJ informou as clínicas já foram informadas da necessidade de adequação. “O exame médico é oferecido por clínicas particulares credenciadas no Detran. Com a nova lei, as clínicas terão de estabelecer relação comercial com as empresas de planos de saúde. As entidades que representam as clínicas já foram informadas pelo Detran sobre a aprovação da lei”, informou o órgão.

A Lei 9.623/22 também determina que as clínicas aceitem pagamento por meio de Pix, cartões de crédito e débito e forneçam recibo fiscal, reforçando a medida aprovada em janeiro pelo Detran.

Os exames médicos exigidos para emitir ou renovar a Carteira Nacional de Habilitação só podiam ser pagos em dinheiro em espécie.

Desde janeiro, uma portaria do Detran determinou que o pagamento por esses exames de aptidão física e mental e avaliação psicológica passasse a aceitar também o cartão de débito, Pix e transferência bancária. As clínicas tiveram 30 dias para se adequar, a contar de 27 de janeiro.

 

Agência Brasil

pt Português
X
Open chat