Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Transformar para melhorar a saúde do planeta

Foto: Divulgação
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

A compostagem é uma técnica que a bem mais de 5000 mil anos vem sendo utilizada pelos chineses. É um processo  biológico de decomposição e da reciclagem de matéria orgânica  contida em restos de origem animal ou vegetal que tem como resultado, deste processo, o adubo, usado na fertilização do solo. A  compostagem propicia um destino útil  para os resíduos orgânicos. Ela é realizada por micro-organismos que, na presença de umidade e oxigênio, se alimentam dessa matéria propiciando que elementos químicos, nutrientes voltem a terra.

As sobras e restos de alimentos  representam mais da metade do que  jogamos fora todos os dias, e, hoje, são um verdadeiro desastre ambiental nos aterros e lixões. Acredita ser a compostagem uma poderosa e eficaz ferramenta para resgatar o valor que os nossos resíduos tem, para  que se  feche o ciclo.

Quanto maior a variedade de matérias existentes em uma compostagem, maior será a variedade de micro-organismos que irão atuar no solo. Os materiais mais utilizados na compostagem são resíduos orgânicos em geral, cinzas, lixo doméstico orgânico, aparas de grama, rocha moída, feno ou palha, podas de arbustos e cercas vivas, serragem, ervas daninhas e quaisquer outros resíduos orgânicos. O processo ,de reciclagem orgânica de resíduos urbanos e rurais, da decomposição em compostagem ocorre somente  a formação de CO2, H2O e biomassa (húmus) por ser um processo de fermentação que ocorre na presença de oxigênio (aeróbica).

Os produtos da compostagem são largamente utilizados em jardins, hortas, substratos para plantas e na adubação de solo e produção agrícola em geral , como adubo orgânico , devolvendo à terra os nutrientes de que  necessita; aumentando sua capacidade de retenção de  água , principalmente , em solos arenosos e permitindo o  controle da erosão . Mas as   vantagens da realização  do processo da compostagem são a redução de até 50% do volume total de lixo produzido em ambientes residenciais; produção de fertilizantes naturais e gratuitos (húmus); redução de gases poluentes (como o gás metano, altamente, nocivo ao meio ambiente) ; diminuição do volume  de lixo em aterros sanitários e com isso a não produção de ingredientes poluentes, como o chorume tóxico (considerado, também, um grave problema ambiental presente em abundância nos aterros).

As Prefeituras de Paty do Alferes e de Miguel Pereira preocupadas com a gestão e gerenciamento inadequados dos resíduos sólidos , objeto de grande importância para a manutenção da qualidade de vida e de um meio ambiente saudável, desenvolveram, na  região, em parceria com o Poder Publico, suas esferas e o apoio de empresas privadas, um projeto que desperta a conscientização e a responsabilidade da população em relação ao tema. Este trabalho avalia especificamente o Gerenciamento Integrado de Resíduos Sólidos para os municípios e a análise da operacionalidade da Unidade de  Triagem  e Compostagem instaladas no Município de Paty do Alferes.

Ainda é enorme  a deficiência dos municípios brasileiros na gestão e gerenciamento de seus resíduos, demonstrando a necessidade de uma reeducação da população e de grandes investimentos em capacitação e infraestruturas por parte dos poderes públicos e privados.

A consciência criada sobre os danos ocasionados ao nosso planeta é muito importante. É preciso que tenhamos a compreensão de que vivemos em uma  sobrecarga global e uma degradação do meio ambiente. A compostagem é um exemplo prático de como podemos melhorar a nossa relação com os descarte de resíduos orgânicos. Através desta técnica podemos oferecer um destino inteligente ao que iria para o lixo comum ou até mesmo para a rua.

pt Português
X
Open chat