Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Associação Brasileira de Imprensa realiza cerimônia de posse da nova direção

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Nesta sexta-feira (13), a Associação Brasileira de Imprensa (ABI) realizou a cerimônia de posse da nova direção.  A chapa ‘ABI luta pela democracia’, venceu a eleição e ficará na administração até 2025.

“O resultado é uma conquista para trazer de volta as causas da profissão, e leis para o meio de comunicação. E nesse rumo, nessa estrada a ABI seguirá na luta pela democracia”, contaram em discurso os apresentadores da cerimônia, Tonico Ferreira e Marília.

Hoje, 13 de maio comemora-se o aniversário de Lima Barreto. E durante a cerimônia, o professor e decano da ABI, Ivan Proença realizou uma homenagem ao escritor.

“Em primeiro lugar agradeço a presença de todos. Estamos nessa luta desde 2016, e viemos vencendo. Essa luta é representativa e viemos reforçando que a ABI continua na luta pela democracia”, contou o diretor consulativo Davi

A vice-presidente Regina Pimenta declarou sobre a participação das mulheres na chapa e os objetivos da ABI.

“É uma honra e enorme responsabilidade assumir a vice-presidência da ABI. É uma honra e previlégio ter participado da ABI luta pela democracia, foi um movimento vibrante. Quero destacar nesse movimento uma enorme participação das mulheres, e quero saudar a todas essas mulheres maravilhosas. E é essa experiência participativa que trazemos pra ABI nesse 114 anos, e é a democracia que estamos trazendo pra ABI nessa eleição. E temos que mobilizar a sociedade para a nossa associação”, contou a Vice-presidente Regina Pimenta.

O novo Presidente da ABI, Octávio Costa também contou sobre a importância da associação.

“O ABI é um movimento maravilhoso. Na noite que nós ganhamos, eu pensei muito em uma pessoa, a minha avó, e no último dia que nos encontramos ela perguntou sobre a ABI. E sei que ela ficaria feliz porque ela é uma mulher que luta. E vimos nesse movimento mulheres guerreiras que enfrentaram a outra chapa. Guardarei pra sempre a atuação espetacular das mulheres”, disse.

“A ‘ ABI luta pela democracia’ remete a momentos históricos da entidade, que lutou contra a ditadura e que lutou pelas diretas já, entre outros. Então, o nome escolhido para batizar o movimento foi mais do que apropriado, porque esse nome é a alma da entidade”, finalizou Octávio  Costa.

pt Português
X
Open chat