Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Como melhorar as chances de obtenção de crédito para a micro, Pequena e média empresa (MPME)?

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Segundo Serasa, pequenas e médias empresas bateram recorde de CNPJs negativados. A inadimplência das operações de crédito dá os primeiros sinais de melhora, mas a situação das pequenas e médias ainda preocupam. 

No Brasil existem ativos 19,6 milhões de estabelecimentos. Desse total, 67,45% são Micro, Pequenas e Médias Empresas (MPMEs), as quais respondem por aproximadamente 31,98% do faturamento total das empresas. Este fato demonstra a importância das MPMEs para a economia brasileira, como amplas impulsionadoras do crescimento e do emprego.

A questão da predominância das MPMEs no cenário econômico não ocorre somente no Brasil. Nos Estados Unidos e União Europeia, mais de 95% das empresas são de micro, pequeno e médio portes e empregam entre 60% e 70% pessoas, na maioria dos países.

Olhando para a pequena e média indústria, o mercado de trabalho registrou queda no número de postos de trabalho. O saldo líquido (admissões menos demissões) chegou a 4.435 vagas encerradas no mês de agosto de 2016. Ampliando para os últimos três meses de 2016 (julho, agosto e setembro), verificou-se que o mercado de trabalho da indústria paulista continua eliminando vagas formais, total de 18.816 vagas encerradas.

Pesquisa feita pelo SEBRAE-RJ, 38% dos empreendedores, a razão para solicitar o dinheiro é injetá-lo no capital de giro. Na versão das instituições financeiras, esse é o motivo para 87% dos que as procuram. Mesmo só buscando crédito em último caso, quando o fazem, 52% dos empresários esperam receber dos bancos muitas opções de crédito. Encerrada a conversa, cai para 24% a parcela dos que tiveram a expectativa confirmada. Do total de empreendedores entrevistados, 78% chegam ao banco esperando um atendimento detalhado, e ao final, se reduz para 61% os que dizem ter recebido esse tratamento. Também foi revelado que, em 25% dos casos, a causa da mortalidade das MPME apontou como principal fator a falta de capital.

Outro ponto que vem sendo bastante percebido pelas empresas é a questão da sintonia de informações entre a empresa e a instituição financeira. Esta é umas das principais razões pela qual um consultor externo, especializado em obtenção de recursos, consegue crédito para a empresa de uma maneira bem mais eficiente: ele sabe o que a instituição financeira solicitará de informações, como a instituição financeira prefere que essa informação seja entregue e quando é o momento certo para entregar tal informação.

Concluindo, o cenário atual de crise, pelo qual passamos, na maioria dos casos é adverso às empresas de menor porte, logo as MPMEs devem se esforçar para estarem contabilmente preparadas e sintonizadas com as Instituições Financeiras, caso elas venham precisar de sua parceria.

Dúvidas? Me sigam no Instagram: @janainacalvo

Bjocas carinhosas!

Janaina Calvo

pt Português
X