Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Inflação em alta: como ficam os seus investimentos?

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Olá, Leitor do Jornal DR1. Como vai?

Hoje venho falar sobre um tema que tem preocupado muitos brasileiros: a alta da inflação!

A inflação representa o aumento dos preços nos produtos e serviços. O principal indicador para acompanhar a sua movimentação no Brasil é o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo).

Em 2021, a inflação alcançou 10,06%. Em março de 2022, o índice ficou em 1,62% — o maior número para o mês em 28 anos.

Os efeitos da escalada da inflação são sentidos por todas as pessoas — físicas e jurídicas. Afinal, ela reduz o poder de compra do dinheiro.

Com as incertezas econômicas, é preciso avaliar as suas decisões com cautela para não perder dinheiro — o que inclui os seus investimentos.

Em alguns casos, os investimentos podem apresentar resultados inferiores à inflação, fazendo você ter prejuízos. Por outro lado, existem alternativas atreladas ao IPCA, que ajudam a ter uma rentabilidade acima do indicador.

Na classe da renda fixa, você encontra títulos híbridos, que geralmente oferecem um rendimento prefixado mais a variação do IPCA para o período. Assim, é importante consultar as condições de rendimento na hora de investir, combinado?

Alguns exemplos de títulos da renda fixa que podem acompanhar o IPCA são:

  • Tesouro IPCA+;
  • Certificado de depósito bancário (CDB),
  • Letra de crédito imobiliário (LCI) e do agronegócio (LCA);
  • Debêntures;
  • Certificado de recebíveis imobiliários (CRI) e do agronegócio (CRA).

A renda variável também tem investimentos que podem superar a inflação, então é importante comparar a rentabilidade e as condições de cada ativo para fazer uma boa escolha.

Ainda, é relevante ter atenção para outro indicador econômico: a taxa Selic, que é a taxa básica de juros da economia brasileira.

Em momentos de inflação alta, uma das políticas monetárias que pode ser adotada é a elevação da Selic para tentar trazer mais equilíbrio. Com isso, o rendimento de alguns títulos da renda fixa tende a subir.

Deu para perceber que existem muitas formas de obter rentabilidade mesmo nos momentos de crise, não é? Para se proteger da inflação, é preciso escolher os investimentos com inteligência!

Se você quiser saber mais sobre como tomar boas decisões com o seu orçamento, te indico o meu perfil do Instagram @janainacalvo, estou sempre postando dicas imperdíveis por lá!

Bjocas carinhosas,

Janaina

pt Português
X
Open chat