Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Instituto dos Magistrados do Brasil realizou a instalação da Academia Brasileira de Letras da Magistratura e posse da nova Diretoria

Foto: IMB
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Nesta segunda-feira (9), o Instituto dos Magistrados do Brasil realizou a instalação da Academia Brasileira de Letras da Magistratura e posse da nova Diretoria

A instalação da Academia foi o último marco da gestão do Desembargador Fábio Dutra à frente da presidência do IMB.

“A Academia Brasileira de Letras das Magistratura é um sonho de muitos magistrados, e isso vem se concretizar hoje como os acadêmicos e quem iniciaria. E hoje nós temos 18 acadêmicos que darão início ao projeto, e hoje a academia está vinculada ao MP. E esperamos que futuramente ela possa estar com autonomia”, afirmou o Desembargador Fábio Dutra.

O evento também contou com a presença do presidente do STF Luís Fux, que recebeu também o diploma de acadêmico.

“Agradeço a academia, e como ressaltei no início eu me sinto na minha casa. Agradeço a todas as mulheres presentes, desembargadores e a todos”, afirmou Luís Fux.

O jornal DR1 entrevistou o atual presidente do IMB, Petterson Barroso.

“É muito importante existir o IMB porque ele é um centro de cultura e excelência que levar e traz a cultura de um estado para o outro, trazendo atualização e informações ao jurídico para todos os magistrados”, disse.

O Desembargador Henrique Carlos de Andrade abordou a educação em seu discurso.

“É sempre muito bom quando nós tomamos iniciativas voltadas em favor da cultura. A nossa educação, em termos de Brasil, sofre muito com o problema de formação, como a formação dos jovens. É preciso desenvolver iniciativas grandiosas, onde vamos cuidar da nossa gente, e contribuir pra nossa sociedade. Tenho certeza que a academia inicia uma vida rica e contribuição para a sociedade”, explicou o desembargador.

O Desembargador Willian Douglas declarou sobre a importância do evento.

“Nós temos uma associação que é inteiramente importante, porque elas conversavam, dialogam, se corrigem e se motivam. Então, nós temos o IMB fazendo esse trabalho e a partir de hoje, a Academia Brasileira de Letras da Magistratura irá reunir escritores. Estamos muito felizes por iniciarmos”, afirmou.

A CEO do Jornal DR1 Ana Cristina Campelo esteve presente no evento. Assim como, o Conde Thiago de Menezes e o colunista do jornal David Antunes.

pt Português
X
Open chat