Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Museu do Amanhã recebe a exposição ‘Em Desconstrução’, com Pequena Lô, Laís Souza, Flávia Cintra e Luciano Zafir

Foto: Divulgação
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Nos dias 21 e 22 de maio, o Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro, recebe a exposição Em Desconstrução, que vai propor, por meio de experiências sensoriais, a reflexão e o diálogo sobre Capacitismo, como são chamados a discriminação e o preconceito social contra pessoas com alguma deficiência.

Nomes como Pequena Lo (perfil da influenciadora Lorrane Silva), Maria Júlia (primeira modelo brasileira com síndrome de Down a desfilar na Brasil Fashion Week e na semana de moda de Milão), o ator Luciano Zafir, a jornalista Flávia Cintra, a atriz Juliana Caldas e a atleta e palestrante Laís Souza foram fotografados para a campanha, assim como outras personalidades e ativistas.

Eles foram retratados por fotógrafos renomados a partir de uma estética de poesia visual. As imagens vão compor a exposição, uma iniciativa do movimento Em Desconstrução, projeto antipreconceito criado por Marcos Guimarãesdesigner ativista e fundador do Instituto Envolver Mover Tranformar (IEMT), para dar visibilidadepromover discussões e propor ações concretas em torno de preconceitos estruturais.

O time de fotógrafos e artistas visuais inclui Aldo Diaz – artista visual que fez a imagem de Madonna na campanha sobre Etarismo, além de outros trabalhos com a cantora -, Átila BrittoDanilo Borges Nila Costa.

“A exposição traz uma experiência sensorial-imersiva e levará o visitante ao universo da diversidade e complexidade humanas. As possibilidades de contato com o tema são expandidas com a força e a flexibilidade da linguagem digital“, detalha Marcos Guimarães.

Graphic motion – a intervenção de vídeo que acrescenta movimento às fotos -, realidade aumentada e lighting design são alguns dos dispositivos utilizados para ampliar a abordagem do Capacitismo, tema de alta relevância para a sociedade.

“Com fluxo de 5 mil pessoas por dia, foco em aceleração de ideias, atividades educativas, um laboratório de experiências em inovaçãoobservatório dos sinais vitais do planeta, além de outros serviços para o público, o Museu do Amanhã foi o local ideal para acolher a Exposição e a conferência que integra a programação do evento”, resume Marcos.

Conferência Metainclusão

Durante a mostra, será realizada a Conferência Metainclusão, cujo tema é ‘Empregabilidade para pessoas com deficiência’. Especialistas compartilharão ideias e novos olhares para a diversidade nas empresas.

Os palestrantes confirmados são a escritora e jornalista Flávia Cintra, da TV Globo, que ficou tetraplégica aos 18 anos após um acidente; Flávia Cortinovis, assessora especial da SMPD-RJ e consultora de inclusão e diversidade para empresas; e Marco Pellegrini, Palestrante e Consultor de Acessibilidade, Inclusão e Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência.

Os temas serão discutidos em três blocos: ‘Os caminhos da diversidade nas empresas‘, ‘O ambiente de trabalho e a empregabilidade‘ e ‘A inclusão como estratégia de inovação‘. GoogleMcDonald’sGPTWRock in RioGrupo GloboMetrô SPAME (Associação dos Metroviários Excepcionais), MTRJ (Ministério do Trabalho do Rio De Janeiro) e SAP são algumas das empresas e instituições envolvidas.

Palestras e rodas de conversas vão abordar um tema importante para as empresas: propósito. O público será convidado a refletir sobre o quanto mudanças estruturais deveriam acontecer organicamente e será estimulado a pensar sobre o nosso lugar na construção de uma sociedade mais justa e inclusiva.

entrada na exposição é gratuita. Para ter acesso à conferência, é necessário reservar ingressos (também gratuitos) no link: bit.ly/3w72fGX. “Nosso objetivo é fortalecer a relação e a integração de todos os agentes sociais a favor da diversidade e da inclusão social. Queremos que os cidadãos se tornem sujeitos atuantes, propondo reflexões e soluções para um ambiente empresarial mais inclusivo e diverso“, finaliza Marcos Guimarães.

O evento é patrocinado pela Brunel com recursos fiscais da prefeitura do Rio de Janeiro. A Brunel é uma consultoria de recrutamento multinacional com mais de 45 anos de experiência no setor de energia, presente em 6 continentes. Ela fornece serviços especializados de recrutamento, conectando profissionais a projetos de grandes empresas. O convite de levar a exposição e a conferência ao Museu do Amanhã foi de Renato Passoscurador de experiências de impacto social e de marca do evento.

Em Desconstrução
Além do capacitismo, o Em Desconstrução já promoveu ações voltadas para a reflexão sobre racismomachismoLGBTfobia e Etarismo. A iniciativa chamou a atenção da cantora Madonna, que se engajou na campanha e fez um post sobre o movimento em seu perfil no Instagram. Fábio Porchat, Padre Júlio Lancelotti, Fafá de Belém, Nany People, Tico Santacruz, Regina Volpato e Jonathan Azevedo são alguns dos nomes que já participaram de campanhas do projeto.

Museu do Amanhã
Inaugurado no Rio de Janeiro em 2015, o Museu do Amanhã – projeto do arquiteto espanhol Santiago Calatrava – é um museu de ciências diferente: um ambiente de ideias, informações, perguntas sobre as grandes mudanças que vivemos e reflexões sobre os diferentes caminhos que se abrem para o futuro.

pt Português
X
Open chat