Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Urobóros

Foto: Pixabay
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Os medicamentos para insônia encareceram, pois sua demanda aumentou; grande parte dessa inflação se deu por conta do aumento no consumo de estimulantes. E o aumento no consumo de estimulantes, comprovadamente teve como um dos grandes causadores o aquecimento do mercado dos calmantes e analgésicos.

Nos comerciais se vê um mundo plástico, perfeito, charmoso, estiloso e convidativo. A vida da maioria das pessoas não costuma ser assim e são essas mesmas pessoas aquelas a quem chamamos ‘consumidores’. Descobre-se, cada vez mais, que o consumidor quer se ver na tela, se identificar. Por conta disso, os comerciais estão mais próximos da ‘realidade’; mas as pessoas estão fartas das suas realidades e se interessam em fantasiar com os mundos plásticos supostamente perfeitos dos comerciais.

A mulher sente saudades do marido, o marido de sua esposa; durante os momentos em que passam separados, pensam um no outro, com uma espécie de tristeza, vontade de estar perto. Encontram-se, passam algum tempo juntos; discutem, incomodam-se. Um vai para longe do outro, por desejo, necessidade ou pelos dois. Sentem saudades novamente.

A morte um dia se abaterá sobre todos, portanto se diz que a vida deve ser aproveitada ao máximo. Aproveitar a vida ao máximo está associado a romper limites, arriscar se, via de regra. Arriscando-se, há maiores chances de prejuízos, inclusive o de morrer. Tal iminência traz arrependimentos, favorece ímpetos de autopreservação. A autopreservação exige uma vida mais moderada e conservadora. Vive-se tal vida e percebe-se que algo falta, porque um dia… um dia a morte se abaterá sobre nós.

Fulano não é dado a valorizar coisas materiais, abre mão das coisas, é generoso, considera-se altruísta, não cuida muito da aparência, por considerar todas e outras questões assim de cunho materialista. Fulano perdeu tudo e precisou trabalhar pra reconquistar a excelente condição financeira que possuía. Ficou um pouco egoísta e tomou uma série de atitudes que o favoreceram em ambientes onde o dinheiro circulava. Voltou a ter uma ótima condição financeira; passou a não ser mais tão dado a valorizar coisas materiais.

O mundo e tudo o que nele existe é governado pelo fluxo inevitável e colossal que há entre os transfinitos pontos que ligam os infinitos ‘contrários’, os extremos que se irmanam – pelas consequências geradas por esses caminhos, por esse magnetismo que ‘puxa’ a partir do Vazio, a existência; por esse absurdo que faz brotar um farto sorriso na face dos loucos e das crianças: mesmo naqueles que precisam ser anestesiados, pelos medicamentos para insônia.

pt Português
X
Open chat