Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Amber Heard e Johnny Depp são condenados: atriz deve pagar US$ 15 milhões; ator, US$ 2 milhões

Foto: Reuters
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Nesta quarta-feira (1), Amber Heard e Johnny Depp foram condenados por difamar um ao outro .

Após semanas de acusações e provas sendo exibidas no tribunal em Fairfax, Virgínia, Estados Unidos chegou-se a um veredito sobre as acusações entre Johnny Depp e Amber Heard. O júri (cinco homens eduas mulheres) se reuniu por cerca de 14 horas. Às 16 horas dessa quarta-feira, foi anunciado: A atriz vai pagar 15 milhões de dólares e o ator, 2 milhões, pela troca de acusações de agressão. Dezenas de pessoas acompanharam do lado de fora do tribunal, com cartazes de apoio e contrários a Depp.

O ator não compareceu ao tribunal para ouvir a sentença final, por ter alegado “compromissos de trabalho” no Reino Unido, segundo a CNN norte-americana. Se ele estava por acesso via internet, Heard fez questão de comparecer ao tribunal – vestida de preto.

A atriz falou após o veredito: “A decepção que sinto hoje vai além de palavras. Estou de coração partido que a montanha de evidências ainda não foi suficiente para enfrentar o poder e influência desproporcionais do meu ex-marido.”

Depp, astro de 58 anos da franquia “Piratas do Caribe”, processou Heard no Estado da Virgínia pedindo US$ 50 milhões e acusando-a de difamação pelo artigo.

Heard, de 36, contra-atacou pedindo US$ 100 milhões e dizendo que ela foi difamada por um antigo advogado do ator, que classificou as acusações da atriz como “farsa”.

Depp nega ter agredido Heard ou qualquer outra mulher e disse que ela era a pessoa que havia se tornado violenta na relação.

Ambos também afirmam que suas carreiras sofreram por causa das acusações.

pt Português
X