Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Atleta Márcio Villar e Valdir Lemes percorrerão 320 km em prol do INCAvoluntário

Foto: Divulgação
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

O Instituto Nacional do Câncer (INCA) é o órgão auxiliar do Ministério da Saúde no desenvolvimento e coordenação das ações integradas para a prevenção e o controle do câncer no Brasil.

O ato de amor, alegria e carinho transforma o processo diário e faz toda a diferença para os bravos lutadores. Com isso, em 1980, houve o início da formalização do trabalho voluntário com a criação da primeira associação de voluntários do INCA.

O INCAvoluntário possui objetivos como: contribuir para a melhoria da qualidade de vida dos pacientes; melhorar a autoestima dos pacientes e seus acompanhantes e apoiar para que o paciente não interrompa o tratamento por falta de recursos financeiros

O INCAvoluntário, é responsável pelo planejamento e promoção das ações voluntárias no Instituto. E conta com a colaboração de pessoas que realizam ou apoiam as suas atividades com os usuários em tratamento no Instituto.

Atualmente, a equipe do INCAvoluntário conta com cerca de 570 voluntários que realizam diariamente ações em prol dos pacientes. Dentre esses voluntários, encontra-se o atleta Márcio Villar, que percorrerá 320 km juntamente com seu amigo Valdir Lemes, em prol do INCAvoluntário juntamente.

Em julho, a dupla realizará o ‘Caminho da Fé’ percorrendo entre Águas da Prata até a Basílica de Nossa Senhora Aparecida. A atitude solidária tem como objetivo arrecadar um valor que será revertido para as atividades que o INCAvoluntário desenvolve em prol dos pacientes em situação de vulnerabilidade social em tratamento no INCA.

“Eu realizo essas ações porque minha mãe teve câncer e foi curada pelo INCA. Então, sempre me sentia em dívida com eles pelo que fizeram pela minha mãe, e resolvi ser voluntário e correr arrecadando fundos para eles. O meu objetivo é não vir a esse mundo a passeio, e sim ter um propósito na vida e ajudar quem precisa”, contou o atleta Márcio Villar.

Márcio Villar é voluntário do INCA há mais de 15 anos, e já encarou diversos desafios para arrecadar doações para a Área de Ações Voluntárias do Instituto Nacional de Câncer (INCA). Em junho de 2015, ele quebrou o recorde mundial de maior distância percorrida e entrou para o Guinness Book, o livro dos recordes. Em sete dias, foram 827,16 quilômetros percorridos em uma esteira, o que equivale a quase vinte maratonas. O desafio arrecadou cerca de duas mil latas de leite em pó integral para compor as bolsas de alimentos distribuídas pelo INCAvoluntário.

“Acho que se cada um fizer um pouquinho, se cada um passar a ter um propósito na vida, esse mundo seria bem melhor. Eu faço a minha parte e tento plantar essa semente por onde passo, para todos fazerem um pouco também. Essa é a mensagem que eu deixo nas palestras que dou pelo Brasil a fora”, finalizou Márcio Villar.

Para colaborar com a ação do Márcio Villar e do Valdir Lemes nesta maratona solidária, basta realizar a doação de quilômetros, onde cada quilômetro custa R$ 5,00 (cinco reais). A doação pode ser acessada no site (https://www.incavoluntario.org.br/detalhes-da-campanha).

 

 

 

pt Português
X