Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Circuito Carioca

Foto Montagem: Marco Rodrigues/Divulgação
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram
Autora brasileira lança romance na Europa

Segundo livro de trilogia Paris Sans Eiffel, de Mirannda Ely, foi lançado na França, Portugal e Espanha

O romance “A desordem do amor Meandro” (Editora Literare Books International), segundo livro da trilogia Paris Sans Eiffel, que apresenta uma narrativa poderosa e envolvente, foi lançado em abril na Europa, nas cidades de Paris, Lisboa e Barcelona.

A escritora Mirannda Ely busca nesta obra pelo autoconhecimento e a
reflexão sobre o amor e a entrega é o ponto principal. Mergulhando nas emoções e questionamentos de vida, onde as estrelas são os sentidos que os seres humanos têm em se conhecer.

Pianista Maria Helena de Andrade lança o disco “Miscelânea Brasileira” em concerto no Espaço Guiomar Novaes

No repertório, obras de Villa-Lobos, Chiquinha Gonzaga, Guerra-Peixe, Zequinha de Abreu, Osvaldo Lacerda, Waldemar Henrique e Oriano de Almeida

No início dos anos 1980, durante uma temporada no Rio de Janeiro para um mestrado, a pianista paraense Maria Helena de Andrade acabou adotando a cidade como sua casa. Trouxe para o Sudeste a carreira já estabelecida em seu Estado natal, com início precoce: ainda muito criança, ficava atrás da porta escutando a irmã mais velha estudar
piano. A estreia não demorou. Subiu ao palco do Theatro da Paz, em
Belém, com apenas 6 anos.

Comemorando, assim, sete décadas de carreira, Maria Helena apresenta
no dia 9 de junho, às 18h, na Sala Cecília Meireles – Espaço Guiomar Novaes, o concerto de lançamento do seu novo álbum, “Miscelânea Brasileira”.

Liderada por Pedro do Livro, a proposta é mostrar que a leitura faz a diferença e transforma a vida das pessoas.

A leitura é a mola mestra na formação do ser humano. Quem lê tem a
possibilidade de viajar para inúmeros lugares e viver em mundos
diferentes, participando de experiências que vão além do mundo real,
mas que dialogam com a realidade, o que permite aprendizados e
reflexões profundas. E a Biblioteca A Casa Amarela chega para fazer a
diferença: se tornar um espaço de convivência que vai buscar ser
referência na leitura, principalmente para crianças e mulheres. Além
de livros, será um local de trocas, de afeto e acolhimento – e que
inaugura em Anchieta, zona norte carioca, no próximo dia 11 de junho,
sob o comando de Pedro Gerolimich, idealizador do projeto.

pt Português
X