Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Como reconhecer um idiota

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Se há um tipo de gente que o Brasil deveria exportar com urgência para reduzir o número de sacripantas que infestam nosso ambiente social, este tipinho é o idiota. Mas, como reconhecer prontamente estes cidadãos insuportáveis? Quais características os distinguem dos demais seres humanos racionais e equilibrados?

Pois bem, vou oferecer aos leitores e leitoras 10 itens que certamente os ajudarão a fugir e sair gritando, assim que avistarem um destes pentelhos oleosos.

O idiota é, acima de tudo, um presunçoso que só pensa em si mesmo, mas também um metido. Vamos dar um exemplo: alguém que não conhece nada de golfe, mas depois de pesquisar na internet e assistir comentários de especialistas no YouTube, começa a palpitar como se fosse um expert no assunto há 50 anos. Isto vale, é claro, para os metidinhos que se arvoram a falar sobre política, religião, aquecimento global, etc. Um antídoto para deixá-los imediatamente incomodados é perguntar quais sociólogos ou cientistas políticos estão lendo no momento. O silêncio será aterrador.

O idiota será sempre inoportuno e sem noção. Imagine um funeral onde as pessoas estão pranteando a pessoa querida que se foi. Pois bem, o idiota não se aguentará e precisará contar piadinhas ou fazer gracejos completamente fora de hora.

Este sujeito presunçoso e inoportuno sempre estará sorridente. Isto é incrível e já mereceu estudos em psicologia social. Desconfio que disseram a eles que pessoas bem sucedidas e vitoriosas devem aparentar felicidade constante. E os idiotas por serem idiotas acreditaram na falácia.

Os pentelhos sempre conhecem alguém importante, podem reparar. Você está falando sobre futebol com o sujeito e lá pelas tantas, ele diz que o irmão trabalhou com o Pelé. Ou ainda, você está comentando sobre o Silvio Santos e o chato imediatamente diz que conhece um dentista que trabalhou com o dono do SBT, etc.

Um idiota nunca terá dúvidas sobre nada. Jamais dirá que está estudando a fundo determinada questão para ter uma opinião mais avalizada sobre o assunto ou mesmo, que está indeciso e não pode, por hora, deliberar.

Um energúmeno desses, por incrível que pareça, achaque é o ponto alto na escala da evolução humana. Todo idiota se acha irresistível e sedutor, a despeito das evidências sugerirem o oposto.

Você nunca encontrará um idiota calado. Ao contrário, esta espécime precisa patologicamente exibir seus “dons” e “conhecimentos” ao maior número de pessoas possível.

Um típico idiota adora falar alto, gesticular muito, gargalhar sem medo de ser feliz, mesmo que a ocasião desaconselhe por completo a atitude extrovertida.

O energúmeno adora acusar e apontar os defeitos alheios. É incapaz por seu turno, de reconhecer seus próprios erros ou fracassos. Exatamente por isso, o idiota é sempre um mentiroso que precisa indigitar os outros para camuflar a fragilidade emocional que o caracteriza desde sempre.

Por fim, mas não menos importante, idiotas nunca fazem elogios sinceros ou são genuinamente generosos. Estes metidos à besta são tão autocentrados, tão ensimesmados, tão egoístas que só conseguem falar de um único assunto: deles mesmos e seus feitos heroicos. É ou não é um porre?

pt Português
X